Cruzeiro será julgado por objeto atirado em campo na final da Copa do Brasil - OChute }

Cruzeiro será julgado por objeto atirado em campo na final da Copa do Brasil

por   em Notícias
  • Márcio Tannure, médico do Flamengo, foi atingido por objeto atirado da arquibancada. Clube mineiro pode ser punido com perda de até 10 mandos de jogo

    Destaque Raposa bateu Fla nos pênaltis e levantou taça Divulgação / Cruzeiro Raposa bateu Fla nos pênaltis e levantou taça
    Gostou: avalie
    (0 votos)
    Publicidade

    O Cruzeiro será julgado na Terceira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta de incidente na final da Copa do Brasil. O arremesso de um objeto no campo de jogo pode custar até 10 mandos de campo ao clube mineiro.

    Márcio Tannure, médico da equipe carioca, foi atingido por objeto atirado da arquibancada. A Raposa foi enquadrada no artigo 213, inciso III, parágrafo 1º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir lançamento de objetos no campo de jogo".

    Segundo o regulamento. o time celeste pode receber multa entre R$ 100 e R$ 100 mil e perder até 10 mandos de campo.

    Luiz Flávio de Oliveira relatou o ocorrido na súmula da partida. "Ao término das disputas desde o ponto penal, fui informado pelo quarto árbitro Miguel Cataneo Ribeiro da Costa, que um objeto não identificado vindo da torcida da equipe do Cruzeiro E.C. atingiu a cabeça do Sr. Márcio A. Tannure, médico da equipe do C.R.Flamengo, causando sangramento", escreveu Oliveira.

    Relacionadas