Números mostram que o Brasileirão vai de mal a pior em 2017 - OChute }

Números mostram que o Brasileirão vai de mal a pior em 2017

por   em Editorial
  • Equipes estão niveladas por baixo, com a maioria dos times com saldo negativo e com aproveitamento menor do que 50% até a 25ª rodada

    Destaque Números mostram que o Brasileirão vai de mal a pior em 2017 Reprodução/Twitter
    Gostou: avalie
    (0 votos)
    Publicidade

    Após um primeiro turno histórico, o Corinthians de Fabio Carille vem em baixa, colecionando tropeços e mostrando uma instabilidade que não era esperada. Apesar disso, devido ao excelente início de campeonato e também com uma ligeira ajuda dos rivais segue com uma larga vantagem de 10 pontos na liderança.

    Assim como o Timão, o Grêmio vem fazendo um segundo turno para ser esquecido. O tricolor gaúcho precisou priorizar a disputa da Libertadores e acabou perdendo a oportunidade de encostar no time alvinegro na liderança. Ainda assim se manteve nas primeiras posições e só perdeu o segundo lugar na última rodada para o Santos que tem um ponto a mais que a equipe de Renato Gaúcho.

    O Brasileirão mais uma vez é marcado pelo seu equilibrio, mas com as equipes niveladas por baixo, sem nenhum time conseguindo sobrepor o seu futebol sobre os rivais, com equipes se alternando em bons e ruins momentos ao longo do ano.

    São vários os dados que mostram o enfraquecimento do Brasileirão. O primeiro que se pode destacar é o fraco desempenho dos artilheiros das equipes. Henrique Dourado é o jogador com mais gols após 25 rodadas. São 14 tentos contra 13 de Jô, atacante do Corinthians. Na Espanha, Lionel Messi já tem 9 gols marcados em 6 jogos. Apesar de não ser uma boa comparação, podemos usar o vice-artilheiro do campeonato: Zaza do Valencia que tem 5 gols marcados ao lado de Maxi Gómes. Ou seja, cerca de 1/3 dos gols já marcados por Henrique Dourado no Brasil.

    O segundo dado relevante pode ser observado facilmente na tabela de classificação. Apenas três pontos separam o São Paulo, primeiro time dentro da zona de rebaixamento, para o 10º colocado da tabela, a Chapecoense. A situação fica ainda pior quando notamos que a primeira equipe fora da zona de classificação da Libertadores (Atlético Paranaense), está seis pontos apenas na frente do tricolor paulista. Já na liderança, o Corinthians tem 10 pontos de diferença para o segundo colocado Santos e quase o dorbro de pontos do São Paulo no campeonato.

    Além disso, as defesas não vem contibuindo nesta temporada. Dos 20 times da Série A, doze equipes tem saldo negativo. Dos times que tem mais gols feitos que tomados, apenas Corinthians e Grêmio tem um saldo positivo superior a 10 gols.

    Por fim, vale destacar que apenas as sete equipes dentro da zona de classificação da libertadores até aqui tem um aproveitamento de pelo menos 50% dos pontos disputados nas 25 primeiras rodadas.

    Por isso, além de se preocupar com a qualidade da arbitragem brasileira, que também vem decaindo nos últimos anos, os jogadores e clubes também deveriam se esforçar mais para mudar o cenário do futebol nacional.

    Relacionadas