PSG confirma que pagará percentual do Santos por transferência de Neymar - OChute }

PSG confirma que pagará percentual do Santos por transferência de Neymar

por   em Notícias
  • O presidente do time paulista, Modesto Roma Jr., confirmou o contato dos franceses. Peixe deve receber cerca de € 9 milhões (R$ 33 milhões), 4% do negócio

    Destaque Atacante se transferiu para o futebol francês Divulgação / Barcelona Atacante se transferiu para o futebol francês
    Gostou: avalie
    (0 votos)
    Publicidade

    O Paris Saint-Germain, da França, garantiu à diretoria do Santos que pagará o percentual de solidariedade ao clube formador pela transferência de Neymar. O presidente do time paulista, Modesto Roma Jr., confirmou o contato dos franceses. O Peixe deve receber cerca de € 9 milhões (R$ 33 milhões), 4% do negócio. As informações são do "Blog do Rodrigo Mattos".

    Na última janela de transferências, Neymar deixou o Barcelona por € 222 milhões. Inicialmente, o valor a que o Alvinegro não seria pago, mas o clube da Vila Belmiro notificou o PSG cobrando seu direito. O estafe de Neymar também solocitou que o pagamento à equipe brasileira fosse feito.

    "Recebemos um e-mail pedindo desculpas pela demora na resposta, alegando que eles estavam com muita coisa para resolver, mas que estavam tomando providências para efetuar o pagamento. É um pessoal muito sério, que não está no futebol para brincadeiras", disse o dirigente do Santos.

    O Peixe deve receber o valor ainda em setembro. Modesto afirmou ainda que sempre acreditou que o Santos receberia o Valor. "Nunca senti isso da parte de quem fazia a negociação", ressaltou.

    O clube paulista ainda espera do Barcelona pagamento de € 4,5 milhões (R$ 17 milhões) por amistoso não realizado enquanto Neymar estava na Espanha e outros € 2 milhões (R$ 7,5 milhões) por uma ação ganha na Fifa por um bônus na transferência do astro brasileiro." Deve acontecer em breve. É o que diz o contrato que teria o jogo enquanto ele jogasse no Barcelona. Caso ele não jogasse mais, previa a taxa", confirmou o presidente santista.

    Relacionadas