Presidente do Sporting é suspenso por 6 meses após cusparada em dirigente - OChute }

Presidente do Sporting é suspenso por 6 meses após cusparada em dirigente

por   em Notícias
  • Incidente aconteceu em novembro de 2016 e o dirigente do Aruouca recebeu uma suspensão ainda maior, de 20 meses

    Destaque Presidente do Sporting é suspenso por 6 meses após cusparada em dirigente Reprodução/Twitter
    Gostou: avalie
    (0 votos)
    Publicidade

    Na última quarta-feira, o presidente do Sporting de Lisboa, Bruno de Carvalho, foi suspenso por 6 meses por cuspir em um dirigente do Arouca, outra equipe portuguesa. A decisão foi tomada pelo conselho disciplinar da federação portuguesa de futebol.

    O alvo da cusparada, o dirigente Carlos Pinho, do Arouca, também foi punido pela federação que foi ainda mais severa já que o dirigente não vai poder exercer suas funções pelos próximos 20 meses.

    A suspensão foi por conta de confusão no jogo realizado no dia 6 de novembro de 2016, após a vitória do Sporting por 3 a 0 sobre o Arouca. Os dois dirigentes entraram em confronto no túnel do vestiário. Desde que foi eleito em 2013, Bruno de Carvalho acompanhava os jogos do time do banco de reservas dos Leões.

    Após o incidente, as duas diretorias trocaram acusações. Primeiro, o Arouca acusou o presidente rival de cuspir em Carlos Pinho, algo que foi desmentido pelo Sporting que por sua vez acusou dirigente de agredir Bruno De Carvalho.

    Depois da decisão da federação, o Sporting considerou a suspensão "injusta e desproporcional", e anunciou a intenção de apelar no Tribunal Arbitral do Esporte.

    Relacionadas