Temporada ruim faz Atlético-MG planejar reformulação do elenco para 2018 - OChute }

Temporada ruim faz Atlético-MG planejar reformulação do elenco para 2018

por   em Notícias
  • A média alta de idade dos jogadores e a ineficiência das estrelas, como Robinho, podem fazer com que muita coisa seja alterada para a próxima temporada

    Destaque Temporada ruim faz Atlético-MG planejar reformulação do elenco para 2018 Bruno Cantini/CAM
    Gostou: avalie
    (0 votos)
    Publicidade

    O desempenho ruim do Atlético-MG na temporada, com eliminações na Copa do Brasil, na Libertadores e o 15º lugar no Brasileirão, faz com que a diretoria alvinegra já passe a planejar o ano de 2018 com mudanças. O elenco deve ser reformulado, uma vez que o investimento não condiz com os resultados apresentados até o momento, com apenas o título estadual. As informações são do portal Uol.

    O planejamento das alterações no grupo está mirando apenas 2018, uma vez que já poucas opções de jogadores da Série A que não disputaram sete partidas por seus clubes e podem chegar à Cidade do Galo. Além disso, a diretoria descarta buscar diversas opções na segunda divisão nacional.

    "Não temos a oportunidade de contratação na janela, que já fechou. Todos que foram pedidos, eu corri atrás. A gente agora só consegue trazer jogador da Série B e isso é um grande problema. A gente tem que descobrir internamente. Não achar que vamos trazer jogadores disponíveis para consertar. Temos que acertar internamente", disse o presidente Daniel Nepomuceno.

    A diretoria vem discutindo a média alta de idade do elenco. Contra o Jorge Wilstermann, por exemplo, o time que entrou em campo e sacramentou a eliminação na Libertadores, no Mineirão, tinha seis jogadores com 30 anos ou mais. O número poderia ser ainda maior, mas Robinho caiu de produção e vem ficando no banco de reservas.

    As várias estrelas no elenco também preocupam. Corinthians e Grêmio, com times bem menos balados, estão tem um desempenho muito melhor em comparação com equipes que contam com atletas mais renomados, como Palmeiras e Flamengo, além do próprio Atlético. Assim, há a possibilidade de alguns jogadores mais ‘valiosos’ deixarem a Cidade do Galo.

    A definição do treinador para a próxima temporada também é importante. Rogério Micale, contratado para substituir Roger Machado, tem contrato apenas até dezembro, com isso precisa provar para a diretoria alvinegra que pode melhorar o desempenho do time. "A cobrança foi feita, a questão agora é de confiança no Micale, de equilibrar e, principalmente, colocar o time como jogou contra o Jorge Wilstermann. A bola não entrou", completou Nepomuceno.

    Para provar que pode ficar, Micale tem a missão de levar o time para a Libertadores de 2018. Terminar o Campeonato Brasileiro entre os seis primeiros colocados está sendo como obrigação no Atlético.

    Relacionadas