Corinthians é punido por atraso em entrega de documenteção contra Avaí - OChute }

Corinthians é punido por atraso em entrega de documenteção contra Avaí

por   em Notícias
  • Denunciado pelo STJD nos artigos 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva e 71 do Regulamento Geral de Competições, clube foi penalizado com multa de R$ 5 mil

    Destaque Confronto terminou empatado em 0 a 0 Divulgação / Corinthians Confronto terminou empatado em 0 a 0
    Gostou: avalie
    (0 votos)
    Publicidade

    Por conta de uma confusão na partida contra o Avaí, em 19 de julho, o Corinthians acabou denunciado pelo STJD em dois artigos: 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva e 71 do Regulamento Geral de Competições.

    A súmula da partida relata que o clube paulista atrasou a entrega dos documentos dos atletas e precisou assinar termo de responsabilidade para poder atuar. Assim, teria havido demora na entrega da escalação aos jornalistas na Ressacada, fato negado pelo Timão.

    O Corinthians foi punido com multa de R$ 5 mil, enquanto o árbitro Wilson Pereira Sampaio recebeu a pena mínima de 15 dias, que foi convertida em advertência.

    O prazo máximo para a entrega da relação de jogadores é de 60 minutos antes do início do jogo. A multa prevista é de até R$ 60 mil.

    "A documentação que seja aos 32 minutos é falha, ineficaz . A partida começou e terminou sem que fosse possível identificar todos os atores da partida. Errou o árbitro em iniciar o jogo, assumiu um risco e deve pagar por isso", relatou o subprocurador-geral Gustavo Silveira.

    A advogada Esther Freitas, que defendeu Sampaio, argumentou que o árbitro não cometeu erro na ocasião. "O que não foi mostrado foi a documentação de identificação de cada atleta e o árbitro entrou em contato com a Comissão de Arbitragem da CBF. A relação de jogo foi entregue. Após contato com Manoel Flores, Diretor de Competições da CBF, foi informado ao árbitro que deveria ser feita declaração com o fato ocorrido e juntado no processo", afirmou.

    "Quanto ao artigo 71 não tivemos nenhum protesto e o Corinthians está tranquilo. A relação de atletas foi divulgada dentro do horário previsto. Jogadores, número de inscrição na CBF, número de registros, todos estão identificados. O árbitro deu início ao jogo por se dar convencido de que estava tudo correto e orientado. Todos estavam devidamente identificados e com seus documentos oficiais a ponto do jogo já estar homologado pela CBF", ressaltou o advogado do Corinthians, João Zanforlin.

    Relacionadas