Odebrecht tenta acordo para deixar Arena Corinthians - OChute }

Odebrecht tenta acordo para deixar Arena Corinthians

por   em Notícias

Alvo das denúncias da Lava-Jato, empreiteira vem tentando se livrar de negócios fora do seu ramo principal de atuação, a construção

Destaque A Arena Corinthians, em Itaquera Divulgação / Corinthians A Arena Corinthians, em Itaquera
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Com a crise causada pelo envolvimento na Operação Lava-Jato, a Odebrecht tenta um acordo com o Corinthians para a dívida referenteà Arena, atualmente na casa de R$ 1,4 bilhão. A empreiteira cogita a saída da operação. No entanto, a operação é complexa e possui entraves.

Alvo das denúncias da Lava-Jato, a Odebrecht vem tentando se livrar de negócios fora do seu ramo principal de atuação.

Na Arena Corinthians, a empresa é responsável pela estruturação financeira e maior credora do clube paulista. Da dívida de R$ 1,4 bilhão do estádio, R$ 450 milhões são referentes ao BNDES, R$ 500 milhões em debêntures da Caixa, R$ 70 milhões em garantias da empreiteira e R$ 365 milhões da construtora.

No acordo cogitado pela Odebrecht, a empresa assumiria a dívida das debêntures com a Caixa. Em troca, ficaria com os títulos de Certificados de Icentivo ao Desenvolvimento, que valem cerca de R$ 420 milhões. O Timão ficaria com a totalidade da conta do BNDES, hoje paga com renda da Arena.

A empreiteira também negociaria o perdão de parte da dívida direta do clube. Segundo a Odebrecht, a empresa sairia com prejuízo de R$ 200 milhões. A dívida do clube poderia cair a R$ 700 milhões, sem possuir os CIDs para abatimento. Entretanto, a empreiteira solicitaria documento assinado pelo clube paulista reconhecendo perdão de parte da dívida.

O Conselho Deliberativo do Corinthians avalia auditoria que aponta irregularidades da empreiteira na obra. Em um eventual acordo, o o time perderia a possibilidade de processar a empreiteira por prejuízos por obras não feitas e rendas comprometidas.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook