Odebrecht quer R$ 60 milhões para entregar a gestão do Maracanã - OChute }

Odebrecht quer R$ 60 milhões para entregar a gestão do Maracanã

por   em Notícias
  • Até o momento, a Lagardère e a GL Events fizeram propostas e o Governo do Rio de Janeiro está analisando-as

    Destaque Odebrecht quer R$ 60 milhões para entregar a gestão do Maracanã Agência Brasil
    Gostou: avalie
    (0 votos)
    Publicidade

    O valor para as empresas interessadas assumirem a administração do Maracanã já está estabelecido. A Odebrecht quer R$ 60 milhões para repassar os 95% de sua participação no consórcio que atualmente gerencia o estádio. Os outros 5% são da EAG, empresa especializada na gestão de arenas esportivas.

    Até o momento, a Lagardère e a GL Events fizeram propostas e o Governo do Rio de Janeiro está analisando. O resultado deve sair até o final de janeiro.

    A Odebrecht quer deixar a administração do Maracanã, pois alega que um prejuízo de 173 milhões desde que assumiu o estádio, em 2013.

    A empresa que comprar a parte da construtora terá que pagar ao governo R$ 5,5 milhões anuais pela outorga ao logo de 30 anos e fazer vários investimentos.

    No entanto, enquanto a nova administradora não assume o estádio, a Ferj conversa com o governador Luiz Fernando Pezão para assumir o Maracanã. Uma reunião foi realizada no Palácio da Guanabara na quinta-feira (12) e o presidente da entidade, Rubens Lopes se mostrou animado.