Advogado tenta fiança para Luciano Cabral na Argentina - OChute }

Advogado tenta fiança para Luciano Cabral na Argentina

por   em Notícias

Meia do Atlético-PR não quis prestar testemunho sobre o assassinato de que é acusado de participar. Pai do jogador também está detido

Destaque Meia em treino do Furacão Divulgação / Atlético-PR Meia em treino do Furacão
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

O meia Luciano Cabral, do Atlético-PR, passará o final de semana detido. O jogador não quis prestar testemunho sobre o assassinato de que é acusado de participar na Argentina.

O pai de Cabral e outras três pessoas, incluindo um menor de 18 anos, estão detidos pela Justiça para investigação da morte de Joan Villegas, de 27 anos, agredido com pedras no dia 1. Eles são acusados de participar do crime.

Gustavo Nedic, advogado de Cabral, irá pedir fiança para liberar o atleta e tentar fazer com que responda o processo em liberdade. O Atlético se reapresenta no próximo dia 11, quarta-feira, e Cabral espera estar presente para não perder o contrato com o clube brasileiro. O jogador está emprestado pelo Argentinos Juniors até a metade de 2017.

No entanto, a fiança só poderá ser obtida na segunda, dia 9. O juiz Ignácio Olmedo, responsável pelo caso, decidirá se concede liberdade para responder o processo ou se encaminhará Cabral à prisão em definitivo. O Atlético não prestou apoio jurídico por entender ser "um problema de foro pessoal".