Borja é eleito o 'Rei da América'; Jesus e Tite ficam em 2º - OChute }

Borja é eleito o 'Rei da América'; Jesus e Tite ficam em 2º

por   em Notícias
  • O atacante do Atlético Nacional teve nove votos a mais do que a revelação do Palmeiras; Entre os técnicos, Reinaldo Rueda venceu

    Destaque Borja é eleito o 'Rei da América'; Jesus e Tite ficam em 2º Divulgação/Atlético Nacional
    Gostou: avalie
    (0 votos)
    Publicidade

    Tradicional prêmio promovido pelo jornal “El País”, do Uruguai, o “Rei da América” elegeu o colombiano Miguel Borja como o melhor jogador do continente em 2016. O atacante do Atlético Nacional teve nove votos a mais do que Gabriel Jesus, que também estava concorrendo.

    Do total dos 310 jornalistas que participaram da eleição, Borja foi o preferido de 85, contra 76 votos dados ao ex-palmeirense e que em 2017 defenderá o Manchester City. O terceiro finalista era o meia venezuelano Alejandro Guerra, que também brilhou na conquista da Libertadores pelo Atlético Nacional e já acertou sua transferência para o Palmeiras.

    Borja é apenas o terceiro colombiano a vencer o prêmio. Carlos Valderrama venceu a primeira edição em 1987 e em 1993, enquanto Teo Gutierrez levou em 2014.

    Técnicos

    Outro vice brasileiro aconteceu entre os técnicos. Reinaldo Rueda, campeão da Supercopa da Colômbia, da Copa da Colômbia e da Libertadores pelo Atlético Nacional foi o mais votado. Ele teve 194 votos contra 68 de Tite, comandante do Corinthians no primeiro semestre e da atualmente na seleção brasileira.

    Seleção

    Como já era de se esperar, a seleção do continente foi dominada pelo Atlético Nacional, que cedeu seis jogadores. O único brasileiro foi Gabriel Jesus, mas o Palmeiras também contou com a lembrança de Yerry Mina.

    A seleção teve: Franco Armani (Atlético Nacional); Daniel Bocanegra (Atlético Nacional), Yerry Mina (Independiente Santa Fé/Palmeiras), Arturo Mina (River Plate-ARG), Farid Díaz (Nacional); Sebastián Pérez (Boca Juniors), Alejandro Guerra (Atlético Nacional); Macnelly Torres (Atlético Nacional); Carlos Tevez (Boca Juniors), Miguel Borja (Atlético Nacional) e Gabriel Jesus (Palmeiras).

    Alterado: Sábado, 31 Dezembro 2016 10:13

    Relacionadas