Depois da tempestade, vem a calmaria - OChute }

Depois da tempestade, vem a calmaria

por   em Editorial
  • O Corinthians conseguiu assimilar o momento ruim, venceu Palmeiras e Atlético-MG e pode se sagrar campeão brasileiro com três rodadas de antecedência

    Destaque Depois da tempestade, vem a calmaria Divulgação/Agência Corinthians
    Gostou: avalie
    (0 votos)
    Publicidade

    O Corinthians já tem data para comemorar a sua sétima conquista do Campeonato Brasileiro. Depois de uma sequência ruim com empate diante do Grêmio e derrotas para Bahia, Botafogo e Ponte Preta, o líder da competição nacional se reorganizou, conseguiu bater o Palmeiras e o Atlético-PR e – como aconteceu durante todo o ano – se aproveitou da incompetência de seus concorrentes diretos para colocar uma mão na taça.

    Com o triunfo sobre o Atlético-PR, o Timão chegou aos 65 pontos, contra 57 do Grêmio, atual segundo colocado. Terceiro e quarto colocados, Santos e Palmeiras têm 56 e 54, respectivamente.

    A diferença de oito pontos sobre o Tricolor Gaúcho permite que o Corinthians possa confirmar o título brasileiro já na próxima quarta-feira (15). Para que isso aconteça, o Alvinegro Paulista precisa vencer Avaí, no final de semana, e Fluminense e torcer para o Grêmio empatar com Vitória ou São Paulo nas próximas duas rodadas.

    Caso o cenário supracitado se confirme, o Corinthians vai se sagrar heptacampeão brasileiro com três rodadas de antecedência, tranquilidade que contrasta com o momento antes do dérbi.

    Líder do Brasileirão desde a quinta rodada, o Timão caiu demais de produção no segundo turno e se viu ameaçado pelo Palmeiras de Alberto Valentim, que assim como Grêmio e Santos, não teve forças suficientes para disputar realmente o título com o time de Fábio Carille e já corre o risco de sair do G-4 do campeonato.

    Respeitando a sua premissa, o campeonato de pontos corridos favoreceu a equipe mais regular e que, apesar de um pequeno susto na semana passada, soube utilizar a ‘gordura’ conquistada no primeiro turno com mais de 80% de aproveitamento de pontos. É como diz o poeta: ‘Depois da tempestade, vem a calmaria’.

    Relacionadas