Cruzeiro mira voos mais altos em 2018 - OChute }

Cruzeiro mira voos mais altos em 2018

por   em Editorial
  • Manutenção de Mano Menezes é demonstração de força da equipe celeste, que promete manter a base e ainda trazer reforços para montar time forte na próxima temporada

    Destaque Raposa já inicia planejamento para 2018 Divulgação / Cruzeiro Raposa já inicia planejamento para 2018
    Gostou: avalie
    (0 votos)
    Publicidade

    Depois do título da Copa do Brasil, o Cruzeiro vislumbra voos maiores na próxima temporada. A Raposa vem dando mostras de que quer estar preparada para os desafios de 2018, e o planejamento está a todo vapor.

    O time mineiro mostrou força ao vencer concorrência do Palmeiras e acertar a permanência do técnico Mano Menezes. O Verdão, uma das equipe com maior poder de investimento no país, demonstrou interesse na contratação do gaúcho.

    A tática da nova direção do clube celeste para manter seu treinador, além de um aumento salarial, foi a promessa de um grupo ainda mais forte para a temporada 2018. De volta à Copa Libertadores, o Cruzeiro deve buscar reforços de peso para voltar a conquistar o título continental.

    "Depois da renovação, continuo a chegar cedo para beber essa água limpa. Problema do futebol é que todo mundo está chegando cedo. Cruzeiro precisa estar entre os clubes organizados, temos um grande ano em competições, temos que nos preparar para atender nossas expectativas. Voltar a Libertadores só tem um sentido: voltar a ganhar. Para ganhar um torneio desse tem que se preparar muito bem. Diariamente, me comunico com a nova diretoria, respondo o que sou questionado, dou a minha opinião no futebol e assim vamos trabalhando até que eles assumam definitivamente", ressaltou o comandante celeste.

    "Nós temos um bom elenco, mas independentemente de disputar uma Libertadores ou não, no ano seguinte, se você quiser melhorar, precisa qualificar. Nós pontualmente vamos ter que fazer isso também. Não se aborda publicamente por respeito, não é bom você ficar dizendo que tem carência aqui ou ali. Isso cabe a nós internamente saber avaliar bem e com contratações pontuais trazer qualificação e melhorias na produtividade da equipe", afirmou Mano.

    O técnico ainda falou sobre a nova direção do clube mineiro. Wagner Pires de Sá foi eleito o presidente para o triênio 2018-2020. Itair Machado é o novo "homem forte" do futebol celeste. "Eu não posso dizer que a transição política do Cruzeiro foi uma transição normal, né? Foi um pouquinho atípica e certamente isso cria na gente algumas indecisões sobre o rumo a tomar. Eu gosto muito das pessoas que fizeram o trabalho aqui, foram as pessoas que me trouxeram, mas não cabe a mim escolher quem vai dirigir o Cruzeiro. Cabe a mim escolher se quero trabalhar com as pessoas ou não e também cabe às pessoas decidir se querem trabalhar comigo ou não. A sequência é difícil no futebol então acho que foi uma ideia boa, que me agrada muito", completou o treinador.

    Um dos times de destaque em 2017, o Cruzeiro busca mais para os próximos meses. Com um bom grupo de jogadores e um técnico competente, a Raposa espera estar pronta para os desafios de 2018. Desde já, os mineiros surgem como uma das equipes para ficar de olho na próxima temporada.

    Relacionadas