O cenário no Brasileirão 2017 ainda é muito favorável ao Corinthians - OChute }

O cenário no Brasileirão 2017 ainda é muito favorável ao Corinthians

por   em Editorial
  • Mesmo que o Santos consiga diminuir sua diferença da liderança para sete pontos, o Timão precisará administrar apenas nove rodadas para confirmar o título

    Destaque O cenário no Brasileirão 2017 ainda é muito favorável ao Corinthians Divulgação/Agência Corinthians
    Gostou: avalie
    (0 votos)
    Publicidade

    É fato que o desempenho do Corinthians no segundo turno do Campeonato Brasileiro de 2017 é muito pior em comparação com a primeira metade da competição. Esta constatação, no entanto, não passa apenas pela sequência invicta do início da disputa e as quatro derrotas nos últimos resultados. O que mais preocupa é a postura do time de Fábio Carille em campo.

    Nos dez jogos do returno, o Corinthians sofreu nove gols e foi às redes em somente sete oportunidades, sendo que apenas Jô e Clayson marcaram no período. Como resultado, o Timão só conquistou 12 pontos e, nesta quinta-feira (19), pode ver o Santos diminuir para sete pontos a diferença até a liderança.

    A queda da vantagem para os adversários assusta, mas de acordo com levantamento feito pelo ‘Blog do PVC’, nunca o líder que teve sete pontos acima do segundo colocado na 29ª rodada do Brasileirão perdeu o título.

    A sequência dos próximos três jogos do Corinthians é importantíssima e pode decidir o campeonato. Depois do empate com o Grêmio, em Itaquera, o Timão enfrenta Botafogo e Ponte Preta, fora de casa, e recebe o Palmeiras na Arena.

    Três resultados positivos praticamente garantem o título nacional ao Alvinegro, já que só restarão mais seis rodadas e o time de Fábio Carille terá, no mínimo, uma diferença de sete pontos para o segundo colocado.

    Em seguida, o Corinthians enfrenta Atlético-PR (fora), Avaí (casa), Fluminense (casa), Flamengo (fora), Atlético-MG (casa) e Sport (fora). Confirmando vitórias em Itaquera, só restarão mais três jogos longe de casa, podendo perder dois.

    O cenário ainda é muito favorável ao Timão e era claro que o time invicto do primeiro turno, com 14 vitórias em 19 rodadas não iria conseguir sustentar o desempenho até o final do campeonato. O momento do Corinthians pede administração de resultados, não show de bola.

    Relacionadas