A exagerada repercussão da 'discussão' entre Cavani e Neymar liga alerta no PSG - OChute }

A exagerada repercussão da 'discussão' entre Cavani e Neymar liga alerta no PSG

por   em Editorial
  • Clube e jogadores poderiam ter evitado o densentendimento em campo em um momento que o PSG está no centro da mídia

    Destaque A exagerada repercussão da 'discussão' entre Cavani e Neymar liga alerta no PSG Reprodução/Twitter
    Gostou: avalie
    (0 votos)
    Publicidade

    O pequeno desentendimento de Cavani e Neymar foi a principal notícia na França nesta semana. Apesar das discussões serem uma coisa comum em um esporte coletivo, a “briga” entre o uruguaio e o brasileiro acabou tomando grandes proporções na mídia. Claro que a grande mídia que o novo camisa 10 do clube de Paris atrai é grande, mas o assunto acabou tomando proporções maiores do que deveria e todos os envolvidos são culpados por isso: Neymar, Cavani, Unai Emery e o PSG.

    Em um esporte coletivo como o futebol que envolve muitas pessoas, seria ingenuidade pensar que todos são amigos e concordam com tudo o que se passa no dia a dia de suas equipes. Quando se junta as chamadas “estrelas” em uma equipe só, com egos e personalidades fortes, a probabilidade dos famosos “rachas” dentro do elenco são bem prováveis, mas isso não significa falta de comprometimento e nem descredencia a equipe das brigas por títulos. No entanto, o torcedor não está acostumado a presenciar certos tipos de discussões entre os jogadores.

    Para não atrapalhar o trabalho coletivo e os objetivos da equipe na temporada, as famosas “roupas sujas” normalmente são lavadas nos vestiários, sendo resolvidas entre o próprio elenco, sem vazar para a mídia. Por isso, o PSG e o técnico Unai Emery poderiam ter evitado a exposição e a imagem negativa do desentendimento entre Neymar e Cavani. Com o time invicto no Campeonato Francês e com boas expectativas para a temporada, os boatos e a falta de bom senso entre os dois jogadores acabaram desviando o principal foco do time na temporada na semana, criando pequenas rachaduras que poderão ser transformar em grandes problemas em um futuro não tão distante.

    Por outro lado, Neymar também errou. Recém-chegado ao clube e com status de “dono do time” o brasileiro poderia ter esperado o momento ideal para assumir a posição de cobrador oficial no time. Seria uma simples demonstração de respeito e confiança para com seus companheiros (e principalmente com Cavani). Com habilidade acima da média e com um grande potencial, Neymar tem tudo para se tornar a grande estrela da equipe e assim assumir mais responsabilidades durante os jogos, ganhando naturalmente a posição de cobrador oficial.

    Ao invés de escolher a via do trabalho em grupo, acabou optando por uma saída diferente, atropelando fases mostrando egoísmo e prepotência, se importando apenas com seus números e confirmando que sim, o troféu de melhor do mundo é uma de suas prioridades na temporada (ao contrário do que ele disse quando chegou ao PSG e disse que havia decidido por um novo desafio na carreira, optando por um discurso mais coletivo do que individual).

    Com mais tempo de PSG, Cavani conseguiu sair da sombra de Ibrahimovic e fez uma boa temporada em 2016/17. No entanto, o time de Paris acabou perdendo o título do Campeonato Francês e foi eliminado pelo Barcelona nas oitavas de final, decepcionando a todos. Mesmo errando a penalidade contra o Lyon no domingo, Cavani dificilmente erra uma cobrança e, por isso, é considerado o cobrador oficial do time. No entanto, não tem tantos acertos em cobranças de falta. Por isso, o seu egoísmo em querer ser o “dono da bola” nas faltas e nas penalidades é um grande exagero.

    Com um pouco de cavalheirismo, conversa e boa vontade, todos poderiam ter evitado a repercussão que tomou grandes dimensões por um problema que não foi grande, mas acabou tomando enormes proporções.

    Algo que será comum daqui para frente no PSG. Com o forte investimento feito pelo grupo de investimentos do Qatar e a grande atenção que o clube atraiu da mídia com a chegada de Neymar em um clube que já contava com jogadores de primeira linha, os exageros e as repercussões de tudo que ocorre no clube será cada vez maior e pode atrapalhar o objetivo de todos no final da temporada.

    Relacionadas