Alvo de terrorismo, o futebol mostra solidariedade - OChute }

Alvo de terrorismo, o futebol mostra solidariedade

por   em Editorial
  • Além da preocupação, o ataque ao ônibus do Borussia Dortmund demonstrou mais uma vez o poder que o esporte tem através da solidariedade

    Destaque Alvo de terrorismo, o futebol mostra solidariedade Reprodução/Twitter
    Gostou: avalie
    (0 votos)
    Publicidade

    Na última terça-feira (11), o ônibus do Borussia Dortmund foi alvo de três explosões, que estilhaçaram janelas do veículo e causaram fraturas no braço direito do zagueiro Marc Bartra. Como consequência, o jogador passou por cirurgia e a partida válida pelas quartas de final da Champions League, contra o Monaco, foi transferida para o dia seguinte, quando os franceses venceram, por 3 a 2.

    A polícia alemã já prendeu um suspeito e acredita que haja mais dois sujeitos envolvidos no que está sendo tratado como um atentado. No local das explosões foram encontradas três cartas, que pediam a retiradas de tropas na Síria e o fechamento da base aérea de Ramstein.

    Tratado como alternativa para a aproximação de inimigos e a “última esperança da humanidade”, o esporte infelizmente também passou a ser considerado um alvo do terrorismo. Ele pode ser um alvo fácil para ataques, principalmente pela aglomeração de pessoas.

    Apesar do contexto negativo, o episódio mostrou mais uma vez a solidariedade. Por conta do adiamento do jogo entre Durtmund e Monaco, vários torcedores franceses ficaram sem ter onde ficar. Assim, o clube alemão lançou uma hashtag que significa "cama para torcedores visitantes", para que os habitantes locais oferecessem hospedagem aos desabrigados.

    A iniciativa deu certo e várias imagens de torcedores do Monaco em casas de aurinegros foram compartilhadas nas redes sociais, provando – mais uma vez – o poder que, não só o futebol, o esporte tem para colaborar com uma sociedade mais humana.