Vítimas receberão homenagens antes de deixar Medellín }

Vítimas receberão homenagens antes de deixar Medellín

por   em Notícias

Corpos estarão em caravana fúnebre até o aeroporto Olaya Herrera, onde aviões da Força Aérea Brasileira aguardam para fazer o trensporte dos corpos ao Brasil

Destaque Homenagem recebida na Colômbia Divulgação / Atlético Nacional Homenagem recebida na Colômbia
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Os corpos das vítimas do acidente com o avião da delegação da Chapecoense seguirão em caravana fúnebre até o aeroporto Olaya Herrera, onde aviões da Força Aérea Brasileira aguardam para fazer o trensporte dos corpos ao Brasil.

A decisão por realizar a caravana fúnebre faz parte de homenagem do governo colombiano às vítimas do acidente.

"Temos dez corpos de brasileiros prontos. Estamos fazendo todo o esforço humanamente possível para liberar todos os corpos hoje. O plano é que todos sejam liberados até às 22h. Eu acho difícil. O plano B é que todos sejam liberados até às 8h de amanhã", disse Jorge Escobar, representante das funerárias que estão trabalhando em conjunto com o IML da Colômbia.

Ivan Tozzo, presidente em exercício da Chapecoense, afirmou que os corpos chegarão ao Brasil na madrugada de sexta para sábado.

Os corpos serão recebidos no aeroporto de Chapecó pelo presidente Michel Temer e partirão para velório coletivo na Arena Condá.

O clube catarinense trabalha com o número de 51 pessoas a serem veladas na Arena Condá. No entanto, a quantidade deve ser menor, já que algumas das vítimas seriam encaminhadas a suas cidades de origem. Os corpos do técnico Caio Júnior e de três auxiliares não devem ser levados ao estádio.

A Chapecoense informou ainda que apenas amigos e parentes das vítimas terão acesso ao gramado da Arena Condá, onde os corpos serão velados. Os torcedores poderão acompanhar a cerimônia da arquibancada. O clube também providenciará telão do lado de fora da Arena.

Alterado: Quinta, 01 Dezembro 2016 18:12

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook