Inter mantém eleições presidenciais após pedido de adiamento }

Inter mantém eleições presidenciais após pedido de adiamento

por   em Notícias

Grupos políticos de dentro do clube queriam postergar a realização do pleito em uma semana por conta da última rodada do Brasileirão

Destaque Inter mantém eleições presidenciais após pedido de adiamento Reprodução/SC Internacional
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Após o adiamento da última rodada do Campeonato Brasileiro para o dia 11, correntes políticas de dentro do Internacional pediram que a eleição, marcada para 10 de dezembro, também fosse postergada. No entanto, o pleito, que apontará o novo presidente do clube e renovará 150 cadeiras do conselho deliberativo teve sua data mantida.

Desta forma, o Inter votará um dia antes de definir se fica na Série A ou cai para a Série B do Brasileirão. Pela última rodada do Brasileirão, o time colorado enfrenta o Fluminense fora de casa.

A data foi mantida após reunião entre líderes de movimentos políticos, no Beira-Rio, na noite de quarta-feira. A proposta de adiamento sugeria 17 de dezembro para acontecer a eleição. O argumento dos solicitantes era não dividir o foco do clube às vésperas da 38ª rodada.

Atualmente na 17ª colocação do Campeonato Brasileiro, o Inter precisa vencer o Fluminense e torcer para que o Vitória seja derrotado pelo Palmeiras, no Barradão, e o Sport tropece diante Figueirense, na Ilha do Retiro. Somente a combinação de resultados salva o Colorado.

A resposta negativa da comissão eleitoral ao pedido de adiamento foi baseada em duas justificativas: a determinação do estatuto do clube, que diz que as eleições precisam acontecer na primeira quinzena de dezembro; e a mudança no número de eleitores com a nova data.

Na eleição à presidente, Marcelo Medeiros disputa com Pedro Affatato.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook