IML colombiano já identificou 20 corpos das vítimas }

IML colombiano já identificou 20 corpos das vítimas

por   em Notícias

Reconhecimento teve início nesta quarta-feira, com expectativa de conclusão antes do final do dia. Traslado deve ocorrer na sexta-feira

Destaque Imagens da área do acidente Divulgação Imagens da área do acidente
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

O reconhecimento dos corpos das 71 vítimas do acidente aéreo sofrido pela delegação da Chapecoense teve início nesta quarta-feira. Até o momento, 20 deles foram identificados. Segundo o diretor do IML colombiano, Carlos Eduardo Valdés, 12 equipes trabalham no processo.

"A identificação dos corpos será feita através das impressões digitais", disse Valdés.

O embaixador do Brasil na Colômbia, Julio Bitelli, acredita que a fase de identificação dos corpos deva terminar "ainda hoje, antes do final do dia".

"Há um grande esforço de todos os envolvidos para que possa concluir o mais rapidamente possível o trabalho. As equipes colombianas estão trabalhando desde as chegadas dos corpos", afirmou Bitelli, que ressaltou que aviões da Força Aérea Brasileira estão de prontidão em Manaus para fazer o traslado dos corpos. "Assim que for liberada a movimentação dos corpos, eles virão para cá", relatou.

O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, também está em Medellín para acompanhar o processo, e relatou a expectativa de que o translado para o Brasil ocorra na próxima sexta-feira.

"Estou aqui para agilizar a liberação dos corpos. Pensamos só nisso: minimizar o que é essa tragédia que nunca vai passar. Podemos minimizar, nunca apagar. E aí sim podemos possibilitar às famílias despedirem de seus entes queridos", afirmou Buligon.

O prefeito afirmou ainda que todos os passaportes dos jogadores foram resgatados pelos bombeiros, o que ajudará no processo.

"Cheguei na Colômbia achando que seria mais demorado. Mas falando como as autoridades, elas falaram que, devido como aconteceu, os corpos estão preservados e todos os passaportes foram resgatados pela polícia. Estão fazendo um trabalho com compromisso. As autoridades falam que podemos ter a liberação dos corpos antes do que esperamos", disse.

"A FAB disponibilizou a aeronave de grande porte que espera em Manaus. A expectativa é que possamos sair da Colômbia na sexta-feira", afirmou.

Gelson Merisio, presidente da assembleia legislativa de Santa Catarina, informou que o velório coletivo será realizado na Arena Condá.

"Todos os corpos vêm para cá, porque os familiares já estão aqui. Então não vai ser em São Paulo. O velório será na Arena Condá. A partir daí será feita a logística para os envios para estados e municípios. O governo está focado no amparo às famílias. A melhor homenagem que podemos levar às família é rapidamente reerguemos. O mais difícil é ver as famílias, as crianças", disse Merisio.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook