Conmebol adia decisão sobre título da Copa Sul Americana }

Conmebol adia decisão sobre título da Copa Sul Americana

por   em Notícias

Adversário da Chapecoense na final, Atlético Nacional foi solidário e pediu para o título ser entregue ao time catarinense

Destaque Conmebol adia decisão sobre título da Copa Sul Americana Reprodução
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

A Conmebol preferiu ser conservadora e não anunciar nenhuma decisão final sobre o título da Copa Sul Americana. Em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira, o presidente da entidade, Alejandro Domínguez disse que irá esperar para decidir se confirmará a Chapecoense como campeã do torneio. 

O pedido para que o time catarinense seja considerado campeão veio do seu adversário na final, Atlético Nacional, em solidariedade ao clube após a tragédia desta terça-feira. 

"Não tivemos tempo (de avaliar o pedido). Na verdade, acredito que foi um gesto muito valioso. Sem dúvida, agora é momento de trabalhar, falar com nossos colegas do Brasil", disse Dominguez. "Não estou em condição de falar da avaliação. É nobre o gesto. Não tive tempo para falar formalmente", completou.

O dirigente também foi solidário aos familiares dos envolvidos no acidente.

"Sinceramente, do fundo do nosso coração, nosso coração estão com vocês. Somos todos um, todos brasileiros, todos Chapecoense", afirmou Alejandro Domínguez, estendendo as condolências à família dos jornalistas que morreram na queda.

"Tivemos informação com nossos parceiros do Brasil que meios de comunicação foram afetados pela perda. Seres humanos que estavam no avião. Estamos aqui para ajudar no que precisar. Estamos de luto, com todos os torcedores da Chapecoense, todos os jornalistas que perdemos."

 

A Conmebol preferiu ser conservadora e não anunciar nenhuma decisão final sobre o título da Copa Sul Americana. Em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira, o presidente da entidade, Alejandro Domínguez disse que irá esperar para decidir se confirmará a Chapecoense como campeã do torneio.

O pedido para que o time catarinense seja considerado campeão veio do seu adversário na final, Atlético Nacional, em solidariedade ao clube após a tragédia desta terça-feira.

"Não tivemos tempo (de avaliar o pedido). Na verdade, acredito que foi um gesto muito valioso. Sem dúvida, agora é momento de trabalhar, falar com nossos pares de Brasil", disse Dominguez. "Não estou em condição de falar da avaliação. É nobre o gesto. Não tive tempo para falar formalmente", completou.

O dirigente também foi solidário aos familiares dos envolvidos no acidente.

"Sinceramente, do fundo do nosso coração, nosso coração estão com vocês. Somos todos um, todos brasileiros, todos Chapecoense", afirmou Alejandro Domínguez, estendendo as condolências à família dos jornalistas que morreram na queda.

"Tivemos informação com nossos parceiros do Brasil que meios de comunicação foram afetados pela perda. Seres humanos que estavam em avião. Estamos aqui para ajudar no que precisar. Estamos de luto, com todos os torcedores da Chapecoense, todos os jornalistas que perdemos."

Alterado: Terça, 29 Novembro 2016 17:45

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook