Com sondagem da China, Ábila diz que quer ficar no Cruzeiro }

Com sondagem da China, Ábila diz que quer ficar no Cruzeiro

por   em Notícias

Atacante ressaltou desejo de permanecer na Toca da Raposa II na chegada do elenco ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins

Destaque Atacante em ação com a camisa celeste Divulgação / Cruzeiro Atacante em ação com a camisa celeste
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Recentemente, o atacante Ramón Ábila revelou o interesse do futebol chinês em sua contratação. Nesta segunda-feira, na chegada ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, o jogador cruzeirense afirmou querer permanecer na Toca da Raposa II.

Perguntado sobre a oferta asiática, o centroavante repassou o questionamento ao diretor de futebol Thiago Scuro e o técnico Mano Menezes.

"Tem que conversar com o Thiago e o técnico. Eles que podem falar sobre isso. Eu tenho contrato, quero ficar aqui. Então, não tenho o que falar. Estou tranquilo, acho que vou ficar", disse.

O jogador foi contratado em julho deste ano por US$ 4 milhões. O clube mineiro detém 50% dos direitos econômicos do atleta, que tem contrato até 30 de junho de 2020.

O restante dos direitos está avaliado em 3,5 milhões de dólares (R$ 12,05 milhões). A Raposa precisa negociá-lo em até três temporadas, ou será obrigada a adquirir a metade pertencente ao Huracán, da Argentina, pelo valor estipulado em contrato.

No início de novembro, Ábila revelou sondagem da China ao seu empresário. "Meu representante me disse que estão dispostos a levar eu ou Tévez para a China", afirmou à época.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook