STJD mantém suspensão de 60 dias a Sandro Meira Ricci por Fla-Flu }

STJD mantém suspensão de 60 dias a Sandro Meira Ricci por Fla-Flu

por   em Notícias

O árbitro foi alvo de punição do Tribunal por conta da confusão causada por ele no clássico válido pelo 2º turno do Brasileirão

Destaque STJD mantém suspensão de 60 dias a Sandro Meira Ricci por Fla-Flu Wikipedia
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva julgou como improcedente o recurso movido por Sandro Meira Ricci contra a suspensão de 60 dias aplicada contra ele e manteve sua decisão anterior. O árbitro foi alvo de punição do Tribunal por conta de sua atuação no Fla-Flu válido pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro.

Sandro Meira Ricci ainda terá que pagar multa de R$ 1 mil. O árbitro já cumpriu 15 dias, restando 45.

"Existe um documento juntado pela Procuradoria que o árbitro explica tudo que aconteceu na partida para a Comissão de Arbitragem da CBF. Pela magnitude que tomou foi mais que acertada a decisão de condenação do árbitro. Difícil para a defesa querer encaixar as condutas na regra. Ficou nítido o descontrole de todos os participantes", disse o procurador do STJD Felipe Bevilacqua.

A infração foi explicada pelo auditor do STJD, Mauro Marcelo Lima e Silva. "Afasto a pretensão da defesa para anular a decisão. Mesmo não presente o recorrente se manifestou nos autos em dois momentos por escrito. No que diz respeito ao mérito a conduta do árbitro foi temerária ao voltar atrás por duas vezes e paralisando por 13 minutos inclusive gerando dúvidas quanto à origem da decisão. Como se nas bastasse registrou na súmula que nada havia acontecido e que a paralisação foi de apenas 10 minutos. Acirrou os ânimos dos atletas. No presente caso a duvida permeou a verdade. Nego provimento ao recurso mantendo a decisão com a exata dosimetria da pena aplicada pela Segunda Comissão Disciplinar", disse o auditor e relator do processo.

Na tentativa de mudar a decisão do STJD, Esther Freitas, a advogada do árbitro, afirmou que ele seguiu o regulamento durante a partida e ainda questionou o fato de Ricci estar na Índia “sem poder se defender”. "Se ele toma uma atitude rápida e sem pensar os atletas teriam tido uma outra reação. Ele esperou o tempo necessário e agiu como diz o regulamento que o árbitro pode voltar atrás antes da partida ser recomeçada. A defesa pede a absolvição e que seja refeita a decisão da Comissão. O cerceamento da defesa alegada é devido o árbitro estar na Índia a convite da Fifa. Ele tem a interpretação do lance e poderia se explicar".

Sandro Meira Ricci foi suspenso pela STJD por conta de sua atuação na partida entre Flamengo e Fluminense, no dia 13 de outubro, pelo Campeonato Brasileiro. O confronto foi vencido pelos rubro-negros por 2 a 1.

O lance que originou a punição ao árbitro aconteceu aos 39 minutos do segundo tempo, quando Henrique marcou o que seria o gol de empate do Flu, em posição irregular. Apesar de o assistente ter marcado impedimento, Ricci validou o tento. Após paralisação de 13 minutos, muita discussão e até a presença da polícia em campo, o árbitro voltou atrás em sua decisão e anulou o lance.

Por conta de toda a confusão, o Fluminense chegou a pedir a anulação da partida, com a alegação de uma interferência externa na decisão do juiz. O STJD chegou a suspender o resultado do jogo, mas logo indeferiu o recurso do Tricolor e restaurou os pontos do Flamengo na tabela do campeonato.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook