Robinho diz aceitar redução salarial para renovar com o Galo }

Robinho diz aceitar redução salarial para renovar com o Galo

por   em Notícias

"Não seja por isso. Vamos renovar por mais uns dez anos, está bom", afirmou o atacante ao programa "Donos da Bola"

Destaque Robinho diz aceitar redução salarial para renovar com o Galo Bruno Cantini/Atlético-MG
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

O primeiro ano de Robinho no Atlético-MG foi extremamente positivo. O camisa 7 foi peça fundamental na campanha que levou o Galo à final da Copa do Brasil, além da vaga na Libertadores de 2017. Sem contar que o atacante de 32 anos é o jogador do futebol brasileiro que mais fez gols em 2016: 25.

Com a boa fase de Robinho, clubes interessados no atacante já começam a aparecer, como o Santos. Por conta disso, nas próximas semanas, a renovação de contrato do jogador já deverá começar a ser discutida. Nas últimas semanas, o presidente do Galo, Daniel Nepomuceno, afirmou ter sido um erro do clube ter fechado um contrato apenas até o final de 2017 com o atacante.

No que depender do jogador, a renovação não vai ser difícil. Em entrevista ao programa Donos da Bola, da Band Minas, Robinho deixou claro que quer permanecer no clube por mais tempo. "Não seja por isso. Vamos renovar por mais uns dez anos, está bom", afirmou Robinho.

O jogador ainda afirmou que está aberto até a reduzir seu salário para firmar o novo vínculo. "Pode ser também. A gente conversaria, não tem problema, a gente chega a um acordo. Sendo bom para as duas partes, para mim e para o Galo, vamos embora", disse o sempre sorridente Robinho.

Quando perguntado sobre uma possível mudança de clube por conta de atrasos nos pagamentos de seu salário, Robinho descartou a hipótese. O atacante confirmou que jamais teve problemas com o clube, mas somente com a Dry World, que seria responsável pelo pagamento de parte do salário.

"Da parte do Galo nunca teve atraso do meu salário. Infelizmente a Dry World não cumpriu com o que estava combinado, mas isso já foi acertado com o Atlético. Mas não é isso que vai me impedir de jogar, se a Dry World me pagar ou não. Sobre o meu retorno ao Santos, não tem nada. O que tem é que eles procuram minha advogada e meu pai para acertar um acordo daquilo que me deviam".

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook