Jornal: Del Nero mentiu sobre não ter conta nos EUA e relacionamento com paraíso fiscal }

Jornal: Del Nero mentiu sobre não ter conta nos EUA e relacionamento com paraíso fiscal

por   em Notícias

Presidente da CBF que não sai do Brasil desde a prisão de José Maria Marin mentiu em CPI sobre não ter conta nos EUA 

Destaque Jornal: Del Nero mentiu sobre não ter conta nos EUA e relacionamento com paraíso fiscal Wikimidia
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Marco Polo Del Nero parece não ter contado a verdade em depoimento À CPI do futebol em dezembro de 2015. O atual presidente da CBF negou ter contas no exterior ou algum tipo de relacionamento com paraísos fiscais. No entanto, o FBI descobriu que o cartola teve conta bancária nos EUA durante 12 anos.

A informação é do jornal Folha de São Paulo que disse que a polícia americana compartilhou dados com a Polícia Federal Brasileira que contradizem o depoimento do dirigente.

Segundo a polícia, a conta foi encerrada em 2011, quando seu saldo foi depositado em conta da Danford Corporate Services INC, um fundo de investimento privado com sede nas Ilhas Virgens Britânicas, um paraíso fiscal.

"O documento, obtido pela Folha, afirma que a conta de Del Nero nos Estados Unidos registrou transações em 2004 com "indivíduos relacionados ao futebol e à Fifa" diz o jornal.

Acusado de fazer parte de um esquema de recebimento de propina na venda de direitos comerciais de torneios no Brasil e no exterior, o brasileiro foi indiciado pela Justiça americana em dezembro do ano passado e desde então está “exilado” no Brasil.

De acordo com o FBI, a conta registrada em nome de Del Nero foi aberta no HSBC Internacional Private Bank, em Miami, na Flórida, no dia 16 de junho de 1999. Na época, Del Nero era presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo.

Em 2003 o dirigente assumiu o comando da Federação Paulista de Futebol e nove anos depois se tornou o principal executivo da CBF durante a gestão de José Maria Marin, que atualmente cumpre prisão domiciliar nos Estados Unidos sob a mesma acusação de Del Nero.

Em abril de 2015, um mês antes da prisão de Marin, o cartola assumiu a chefia da CBF.

Segundo o documento, Del Nero era o titular da conta. Seu filho Marco Polo Del Nero Filho e sua ex-mulher Marcia Val Baldrati eram identificados como "sub-donos".

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook