Presidente da Federação Equatoriana é condenado a 10 anos de prisão por lavagem de dinheiro }

Presidente da Federação Equatoriana é condenado a 10 anos de prisão por lavagem de dinheiro

por   em Notícias

Chiriboga começou a ser investigado após movimentar 16 milhões de de dólares das contas da Federação sem justificava

Destaque Presidente da Federação Equatoriana é condenado a 10 anos de prisão por lavagem de dinheiro Reprodução/Twitter
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Se dentro de campo o Equador vive uma grande fase no futebol, fora a situação é no mínimo polêmica. Nesta semana, o presidente da Fedração Equatoriana de Futebol (FEF) Luis Chiriboga, foi condenado a dez anos de prisão, após ser acusado de lavagem de dinheiro no valor de mais de seis milhões de dólares.

A sentença divulgada na última sexta-feira faz parte de mais um caso de corrupção dentro da FIFA. Segundo o tribunal local, Chiriboga foi confirmado como co-autor da lavagem de dinheiro.

Além do presidente da federação, o ex-tesoureiro, Hugo Mora, também foi condenado à mesma sentença. Já o ex-contador, Pedro Vera, foi declarado cúmplice e, por isso, recebeu uma sentença menor de três anos e quatro meses de prisão.

As suspeitas sobre Chiriboga tiveram inicio após a movimentação de 16 milhões de dólares das contas de ETF sem justificava. A partir disso, o promotor local pediu para iniciar um julgamento contra o presidente da federação equatoriana.

Chiriboga recebeu uma ordem de prisão domiciliar, e teve apreendido os seus bens, que foram levados sob custódia por agências nacionais, além da apreensão de seu carro e um apartamento.

Alterado: Domingo, 20 Novembro 2016 15:05

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook