Apresentado pelo Inter, Lisca compara Série A com Copa do Mundo }

Apresentado pelo Inter, Lisca compara Série A com Copa do Mundo

por   em Notícias

"Hoje para nós será um grande título, uma grande conquista ficar na Série A", afirmou o novo treinador colorado

Destaque Apresentado pelo Inter, Lisca compara Série A com Copa do Mundo Divulgação
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Apresentado pelo Internacional menos de 24 horas após a demissão de Celso Roth, Lisca falou sobre a luta pela permanência do time na Série A do Campeonato Brasileiro. Em sua primeira entrevista como o técnico colorado, ele comparou a manutenção do clube na elite com "uma conquista de Copa do Mundo” e negou que seja herói, caso tenha sucesso.

"Estou chegando nas últimas três rodadas. Tenho uma responsabilidade grande com o resultado que vier. Queremos ficar na Série A e acreditamos nisso. Vamos trabalhar diuturnamente. Não acredito em herói no futebol. Trabalhamos em conjunto e não vim buscar ser herói. Fui convocado pelo presidente Vitório e pelo presidente Carvalho. É um desafio e uma honra muito grande ser lembrado em um momento difícil e encarregado dessa responsabilidade", explicou.

Com 44 anos de idade, Lisca volta ao Inter, onde iniciou a sua trajetória como treinador. Ele passou por diversos clubes e voltou para tentar salvar a equipe colorada do rebaixamento nos últimos três jogos do Brasileirão 2016. Atualmente, os gaúchos estão na 17ª colocação, com 39 pontos, e ainda jogam contra Corinthians (fora), Cruzeiro (casa) e Fluminense (fora).

"Pela situação que se apresenta, temos a mesma pontuação do Vitória. E, com a derrota, o Sport também está na briga. O Figueirense também veio para a briga e é outro que pode sonhar e almejar esta permanência na Série A. Está na nossa mão. Temos um gol de diferença para o Vitória e é contornável. Nosso grupo é qualificado, boas opções, e agora uma nova filosofia e uma maneira de trabalhar. Quando chega um técnico, a conta é zerada em todos os aspectos", disse o treinador.

"Precisamos disso e vamos jogo a jogo. Contamos com o apoio da nossa torcida, que ontem apoiou. É um novo momento e preciso do torcedor. Estou aqui e acredito muito. Valorizo muito essa oportunidade e clamo pelo torcedor. É muito importante que todos sintam carinho neste momento difícil. Será muito mais fácil junto com o torcedor. Mostrando o que já fez neste campeonato. Não é agora o Lisca, Fernando, Vitório, Ibsen, é o Inter. Independente de qualquer coisa é o Inter", continuou.

O primeiro treinamento comandado por Lisca já acontecerá na tarde desta sexta-feira (18), com os reservas, visando a partida diante do Corinthians, na segunda, em Itaquera.

"Temos que saber transformar o limão numa limonada. Jogar o jogo difícil. Hoje para nós será um grande título, uma grande conquista ficar na Série A. É obrigação? É. Mas, para nós do dia a dia, será como uma conquista de Copa do Mundo permanecer na Série A. E vamos passar isso para os jogadores", afirmou Lisca.

"Não vou falar quais são os defeitos e problemas do Inter. Tenho minha avaliação, mas vou me preservar o máximo possível. Não vou avaliar publicamente. Internamente com os jogadores, sim", finalizou.

Alterado: Sexta, 18 Novembro 2016 11:12

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook