Conmebol assegura esforços para manter México na Libertadores }

Conmebol assegura esforços para manter México na Libertadores

por   em Notícias

"Se eles dão as costas para o melhor futebol de clubes do mundo, é um problema do México", afirmou Alejandro Dominguez

Destaque Conmebol assegura esforços para manter México na Libertadores
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

A saída dos clubes mexicanos da Copa Libertadores não poderá mais ser evitada. Em entrevista ao canal ESPN, Alejandro Dominguez, presidente da Conmebol, assegurou que todos os esforços possíveis para a manutenção dos times norte-americanos foram feitos, mas lamentou a decisão da Federação Mexicana.

"Como presidente, primeiro aceitamos o México como um sócio pleno da Libertadores, e somente da Copa Libertadores. A partir daí convidamos todas as confederações e os diretores de competições de todas as confederações. Naquele momento (da reunião), tinham 18 times classificados para a próxima Libertadores, entre os quais o Chivas. Mandamos convites para todos eles. Lamentavelmente, o clube mexicano não participou (da reunião), mas o diretor de competições mexicano, sim. A partir daí, trabalhamos com todas as associações, porque é um ano de transição e todos tem que sofrer com as modificações", começou o dirigente.

"O nosso plano original foi ajustado para cada uma das associações membros. O Brasil, por exemplo, fez muitas alterações para participar da Libertadores. Com o México, fizemos um esforço enorme, muito esforço mesmo. Posso dizer que é quase inexplicável. Meu compromisso é desenvolver o futebol sul-americano e potencializar o futebol local de cada país. Então todos estão passando por transformações para se adequar, e o México tem que dizer o que quer fazer", cobrou.

"Se eles dão as costas para o melhor futebol de clubes do mundo, é um problema do México. Nós fizemos todos os esforços e demonstramos em documentos, reuniões e atitudes políticas que nos interessa que eles continuem na Libertadores. Mas depende deles, não da Conmebol. A Conmebol já fez todos os esforços", garantiu.

O principal dirigente do futebol sul-americano ainda deixou um recado para os mexicanos: "Se quiserem jogar, joguem. Se não, tem que jogar em outro lugar".

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook