Com Messi de porta-voz, jogadores argentinos avisam que não irão falar com a imprensa }

Com Messi de porta-voz, jogadores argentinos avisam que não irão falar com a imprensa

por   em Notícias

Jogadores fazem comunicado após a vitória sobre a Colômbia depois do jornalista Gabriel Anello fazer denúncia grave

Destaque Com Messi de porta-voz, jogadores argentinos avisam que não irão falar com a imprensa Reprodução/Twitter
Gostou: avalie
(1 Voto)
Com Messi de porta-voz, jogadores argentinos avisam que não irão falar com a imprensa - 5.0 out of 5 based on 1 vote
Publicidade

A vitória sobre a seleção argentina gerou um grande alivio aos jogadores e a comissão técnica. Os 3 a 0 sobre a Colômbia, com ótima atuação de Lionel Messi, foi o primeiro trunfo da Albiceleste após quatro tropeços seguidos nos últimos jogos.

No entanto, se o clima pode ter ficado mais leve entre os jogadores, a relação com a imprensa vai de mal a pior. Após a partida, todos os jogadores compareceram a sala de entrevista e com Messi de porta voz, o grupo anunciou que não vai falar mais com a imprensa.

O comunicado feito por Messi, em nome de todos os jogadores, é uma consequência de uma denuncia feita pelo jornalista Gabriel Anello de que Lavezzi teria consumido maconha na concentração.

“Preferimos aparecer todos e botar a cara do que mandar um comunicado, não temos que nos esconder. Estamos aqui para comunicar que tomamos a decisão de não falar mais com a imprensa e vocês sabem o porquê, não é? Fizeram muitas acusações, houve muita falta de respeito e nunca falamos nada. A acusação que fizeram a Pocho (Lavezzi) é muito grave. Porque se não fizermos nada, muitos vão acreditar. Preferimos cortar isso de uma vez. Lamentamos muito que tenha que ser assim, mas não vemos outro jeito. Faltaram com respeito. Pode perder, pode ganhar, podem opinar se jogamos bem ou mal, mas fazer acusações desse tipo... Não é a primeira... É muito grave. Não vamos entrar nesse jogo, não vão continuar dizendo um milhão de coisas. Está dito. Obrigado” disse Messi, que leu o comunicado ao lado de todos os jogadores da seleção.

Antes da partida, o jornalista usou as redes sociais e polemizou ainda mais.

“Lavezzi ficará fora do banco de reservas amanhã pelo cigarro de maconha que ele fumou à noite na concentração? Pergunto, só pergunto”.

Antes da decisão do grupo e da partida contra a Colômbia, Lavezzi já havia anunciado pelas redes sociais que vai processar o jornalista pelas “falsas declarações”.

“Comunico por este meio que vou iniciar ações legais contra Gabriel Anello por suas declarações contra minha pessoa por graves danos que tem gerado à minha família e em meu trabalho”.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook