Brasil enfrenta o Peru de olho em marca da geração do Tri }

Brasil enfrenta o Peru de olho em marca da geração do Tri

por   em Notícias

Caso vença em Lima, o time canarinho vai conseguir pela segunda vez em sua história vencer seis jogos seguidos nas Eliminatórias

Destaque Brasil enfrenta o Peru de olho em marca da geração do Tri Lucas Figueiredo/CBF
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Muito criticado no período pré-Olimpíada, Neymar voltou a encontrar seu bom futebol na Seleção Brasileira a partir da chegada de Tite ao comando do grupo. O bom momento foi ratificado pela ótima vitória por 3 a 0 sobre a Argentina, na última quinta-feira (10), quando marcou um gol e se deu melhor no confronto diante de Messi, seu companheiro de Barcelona. Nesta quarta-feira (16), o camisa 10 liderará o time canarinho contra o Peru, no Estádio Nacional de Lima, de olho na marca de seis vitórias consecutivas pelas Eliminatórias.

A Seleção Brasileira só conseguiu este feito uma vez: em 1969, na competição classificatória para a Copa do México. Com a geração de Pelé, Carlos Alberto Torres e companhia, a equipe comandada por João Saldanha venceu Colômbia, Venezuela e Paraguai (duas vezes cada) e iniciou o caminho que terminaria com a conquista do tri.

O jogo desta terça é ainda um desafio pessoal para Tite, que pode entrar em uma lista histórica com apenas seis jogos. E 100% de aproveitamento até aqui. "Mas não gosto de personalizar isso. Eu participei da engrenagem, mas o essencial é o trabalho dos atletas. Não quero personalizar isso. É a seleção brasileira. Ela que está vencendo e construindo essa situação. Grande parte do grupo que está aí é um legado de trabalhos anteriores", disse o diplomático técnico.

Com aproveitamento perfeito desde que assumiu o time há cinco jogos, Tite deixaria o Brasil muito perto da Copa da Rússia, caso confirme a vitória em Lima. Atual líder das Eliminatórias, com 24 pontos, o treinador acredita que mais dois resultados positivos podem ratificar a presença brasileira, em 2018.

Depois de vencer a Argentina por 3 a 0, no Mineirão, Tite irá manter quase toda a escalação para a madrugada desta quarta-feira. A única mudança será na lateral esquerda, posição que será assumida por Filipe Luís, substituto de Marcelo, suspenso.

"É um grande momento do Peru, isso gera resultado, desempenho, confiança, faz com que o nível do jogo seja mais alto ainda", projetou o treinador.

O Peru vem embalado por uma bela vitória por 4 a 1 sobre obre o Paraguai, em Assunção. Em oitavo lugar, com 14 pontos, o time de Ricardo Gareca está a três da zona de classificação para a Copa. Já são três vitórias nos últimos cinco confrontos.

"Temos m jogador que foi campeão mundial comigo, tenho uma gratidão muito grande porque sempre fomos leais [Guerrero]. De Cueva, que está fazendo um grande trabalho no Campeonato Brasileiro. É preciso minimizar as ações deles", avaliou o treinador brasileiro.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook