FIFA irá fechar museu de 128 milhões inaugurado em fevereiro }

FIFA irá fechar museu de 128 milhões inaugurado em fevereiro

por   em Notícias

De acordo com Agência de notícias francesa, a FIFA tenta reduzir seus gastos para aumentar a verba redistribuída às federações nacionais

Destaque FIFA irá fechar museu de 128 milhões inaugurado em fevereiro Divulgação
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Por conta da política de redução de gastos adotada pelo novo presidente da FIFA, o Museu da entidade, inaugurado no início deste ano deve ser fechado nos próximos meses. A informação é da Agence France-Presse (AFP) que afirmou que o fechamento deve ocorrer em maio de 2017.

"O novo diretor do museu anunciou na terça-feira aos funcionários que a Fifa decidiu fechar a estrutura", informou uma fonte à AFP uma fonte próxima ao caso.

Questionada pela Agência, a FIFA desmentiu através do croata Zvonimir Boban, novo secretário-geral adjunto da entidade, qualquer anuncio de fechamento.

No entanto, a Fifa admitiu a "criação de uma grupo de trabalho para desenvolver um modelo econômico viável para o museu". "O grupo avalia todas as opções, inclusive uma reformulação total da organização física atual do museu", acrescentou.
Com um investimento de 128 milhões para ser construído, o Museu foi construído por iniciativa do ex-presidente da FIFA, Sepp e inaugurado em fevereiro deste ano pelo seu sucessor, Gianni Infantino, no dia seguinte da sua eleição.

O edifício, que tem três andares e se estende por 3.000 m2, recebeu em média 11.000 visitantes por mês e emprega cerca de cem funcionários. A previsão era de receber de 130.000 a 150.000 visitantes em 2016, número que poderia subir para 250.000 em 2018.

De acordo com a FIFA, um estudo evidenciou perdas de 30 milhões de francos suíços no ano de 2016. "O conceito operacional atual não deve poder permiti-lo continuar suas atividades de forma viável além de 2016", alertou.

Em outubro, Stefan Jost, ex-diretor, deixou o seu cargo por conta de "divergências em relação à estratégia para o futuro do museu", explicou a Fifa na época.

A ideia de Infantino é reduzir os gastos para aumentar a verba redistribuída às federações nacionais, afirmam as fontes da Agência.

 

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook