Corinthians se aproxima de acordo para adiar pagamento da Arena }

Corinthians se aproxima de acordo para adiar pagamento da Arena

por   em Notícias

Desde julho de 2015, clube paulista negocia com a Caixa Econômica Federal. Anúncio deve ser feito ainda este mês.

Destaque A Arena Corinthians, em Itaquera Divulgação / Corinthians A Arena Corinthians, em Itaquera
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

A direção do Corinthians acredita que está próxima de uma posição definitiva sobre a carência de pagamentos da Arena. O anúncio deve ser feito ainda este mês.

Desde julho de 2015, acontece negociação com a Caixa Econômica Federal. Em abril deste ano, o banco aceitou que o Corinthians suspendesse o pagamento da dívida principal por seis meses.

Segundo pessoas próximas ao presidente Roberto de Andrade, a Caixa não está disposta a ceder todos os 17 meses de carência como o Corinthians havia pedido, mas uma solução intermediária foi aceita.

Durante o processo de negociação, a Caixa exigiu garantias por parte do Corinthians para conceder a carência e também que o fundo administrador seguisse com o pagamento dos juros, de estimativa mensal de R$ 2 milhões.

Somados juros e o valor principal, os pagamentos mensais à Caixa são de R$ 5,7 milhões e correspondem ao financiamento de R$ 400 milhões feito pelo BNDES, que também precisa autorizar a carência. A dívida completa pode ser paga até 2028.

De acordo com o Corinthians, a carência, que foi concedida a todos os outros estádios da Copa, permitirá à Arena ficar pronta a ponto de gerar mais recursos e se tornar sustentável financeiramente.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook