Palmeiras quer ajuda da Crefisa para contratar Lucas Pratto }

Palmeiras quer ajuda da Crefisa para contratar Lucas Pratto

por   em Notícias

O Atlético-MG avisou que não libera o atacante argentino por menos de 10 milhões de euros (R$ 35 milhões)

Destaque Palmeiras quer ajuda da Crefisa para contratar Lucas Pratto Bruno Cantini/CAM
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Com a venda de Gabriel Jesus para o Manchester City, o Palmeiras perderá a sua principal referência no setor ofensivo da equipe. Assim, o clube espera que a Crefisa e a FAM, suas patrocinadoras, ajudem a trazer um jogador da posição para 2017. O contrato atual da parceria termina em janeiro, mas há otimismo quanto à renovação. Assim, o Verdão espera que pelo menos uma contratação nos moldes da que trouxe Lucas Barrios, bancado totalmente pelas empresas.

Destaque do Atlético Nacional, que foi campeão da Copa Libertadores este ano, Miguel Borja é um dos jogadores preferidos para substituir Jesus, no entanto, não é o único. Maurício Galiotte, candidato único à presidência, tem um desejo pessoal: viabilizar a chegada de Lucas Pratto, hoje no Atlético-MG.

Galiotte foi um dos dirigentes do Palmeiras envolvidos na negociação que tentou trazer Pratto para o Palmeiras em 2014, época em que era vice-presidente de Paulo Nobre. O Vélez Sarsfield (ARG) pedia 4,5 milhões de euros (R$ 14 milhões na época) e as conversas chegaram a avançar, mas não vingaram.

O grande problema é que o preço do atacante hoje é bem mais alto. O Chongqing Lifan, da China, chegou a fazer uma oferta de 7,5 milhões de euros (R$ 26,5 milhões) este ano e o Atlético-MG a rejeitou. O Galo avisou que não libera Pratto por menos de 10 milhões de euros (R$ 35 milhões).

A situação de Miguel Borja é parecida. Com 23 anos, o atacante marcou 30 gols em 39 jogos nesta temporada, foi um dos principais jogadores do Atlético Nacional na conquista da Copa Libertadores e interessa a clubes europeus.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook