WTorre procura alternativa para gramado do Allianz Parque }

WTorre procura alternativa para gramado do Allianz Parque

por   em Notícias

A construtora está considerando a possibilidade de substituir o piso natural pelo sintético, mas aguarda aval do Palmeiras

Destaque WTorre procura alternativa para gramado do Allianz Parque Divulgação
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Por conta dos shows realizados no Allianz Parque durante o mês de outubro, boa parte do gramado do estádio foi substituído. Porém, uma solução mais permanente para a situação ainda está sendo estudada pela WTorre e a World Sports. Existe a possibilidade de ser implantado um piso sintético na arena, no entanto, a decisão passa também pelo Palmeiras, o maior interessado no caso.

Durante o último mês, o técnico Cuca, o diretor Alexandre Mattos, jogadores e até o presidente Paulo Nobre criticaram muito o terreno do Allianz Parque. Assim, a WTorre está pressionada e admite procurar alternativas para solucionar o problema.

"A resposta é: não há nenhuma solução descartada. Quem tem um desafio como temos aqui, tem que ter todas as alternativas na mesa – e nós temos. Grama totalmente natural, mista, sintética, nós temos todas as hipóteses na mesa", garantiu Alexandre Costa, gerente geral do Allianz Parque, em entrevista ao portal Uol.

"Estudamos todas (alternativas), conhecemos e estamos abertos a discutir a melhor solução. Nunca será uma solução tomada isolada por nós. Qualquer decisão desta tem que ser tomada em decisão com o Palmeiras, pois o Allianz Parque é o estádio em que o Palmeiras joga", garantiu.

Alexandre Costa ainda se mostrou incomodado com a postura palmeirense de expor publicamente os incômodos do clube com a construtora.

"Não tomaremos uma decisão na gritaria ou no histerismo do momento. Fizemos dez shows no Allianz Parque e mais de 20 jogos neste ano; e tudo ocorreu de forma harmoniosa até agora. Portanto é preciso ter serenidade, profissionalismo, olhar todo o aspecto geral", finalizou o gerente do Allianz Parque.

A WTorre chegou a receber uma proposta, em julho, para a substituição do piso natural pelo sintético no estádio. Porém, tanto o clube quanto a construtora se mostraram contrários, em um primeiro momento. Em final de seu mandato, Paulo Nobre é totalmente avesso à ideia.

"Sou presidente por mais 45 dias, e a minha opinião é que de que é um absurdo falar em gramado sintético no Allianz Parque, uma vez que temos sol em abundância e tecnologia suficiente para ter um gramado em ordem", opinou.

"Estamos no Brasil, não em países nórdicos nos quais temos muito desse problema", declarou na última terça-feira, durante o sorteio das chaves do Campeonato Paulista.

A busca por alternativas que melhorem o terreno do Allianz Parque devem se intensificar após o final do Campeonato Brasileiro. A partir daí, Maurício Galiotte, novo presidente do Palmeiras, terá a missão de se acertar com a WTorre.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook