Final da Copa do Brasil tem clubes com projetos distintos }

Final da Copa do Brasil tem clubes com projetos distintos

por   em Notícias

Enquanto o Atlético-MG investe em estrelas, o Grêmio foca em suas categorias de base e gasta 33% a menos com salários

Destaque Final da Copa do Brasil tem clubes com projetos distintos Bruno Cantini/CAM
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

A final da Copa do Brasil trará o duelo de dois modelos totalmente diferentes de montagem de elenco. Enquanto o Atlético-MG investiu muito dinheiro na contratação de jogadores renomados e os time cheio de estrelas, o Grêmio, em situação financeira ruim, decidiu apostar, principalmente, nas suas categorias de base.

A folha salarial do Galo é 33% maior do que a do Tricolor Gaúcho. De acordo com informações do site Globoesporte, a folha salarial dos mineiros é de R$ 9 milhões, R$ 3 milhões a mais que os R$ 6 milhões que o Grêmio estipulou em seu orçamento na mesma categoria.

A diferença na política fica clara quando são comparados os jogadores da base que fazem parte do elenco principal dos dois clubes. Entre os 32 nomes do grupo profissional do Atlético, nove são revelações do próprio clube, enquanto esse número sobre para 21 entre os 36 que formam a equipe gremista.

A importância dos jogadores da base também mostra a diferença. Atualmente, o time do Galo conta com Marcos Rocha, que foi revelado pelo clube, mas ganhou notoriedade atuando pelo América-MG e só voltou ao time formador com 23 anos, e o zagueiro Gabriel, que ganhou espaço em 2016.

O protagonismo da equipe de Marcelo Oliveira fica com Victor, revelado pelo Grêmio, Robinho, Fred, além de Erazo e Cazares, integrantes da seleção equatoriana, e Lucas Pratto, centroavante titular da albiceleste.

Os outros integrantes do plantel que foram revelados pelo Atlético são goleiros Uilson e Cleiton, o zagueiro Jesiel, o lateral Leonan, os meio-campistas Yago e Lucas Cândido e o atacante Carlos.

No Grêmio que garantiu a vaga na final da Copa do Brasil, o goleiro Marcelo Grohe, os meio-campistas Ramiro e Wallace e os atacantes Luan e Pedro Rocha são oriundos das categorias de base tricolores, além dos três jogadores que entraram na segunda etapa: Everton, Jailson e Rafael Thyere.

Renato Gaúcho ainda conta com o goleiro Leo; os laterais Iago, Lucas Lovat, Marcelo Hermes e Wesley; os meio-campistas Felipe Tontini, Kaio, Lincoln, Machado e Moisés; e os atacantes Batista, Guilherme e Tilica.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook