MP-SP determina vistoria na Arena Corinthians por vazamento }

MP-SP determina vistoria na Arena Corinthians por vazamento

por   em Notícias

A Odebrecht nega qualquer risco de desabamento, pois, segundo a construtora, a água não se infiltrou no terreno

Destaque MP-SP determina vistoria na Arena Corinthians por vazamento Divulgação
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

O Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) determinou, nesta quinta-feira (3), que o Centro de Apoio Técnico à Execução fará uma vistoria na Arena Corinthians. O órgão recebeu a informação de que um vazamento de água na estrutura do estádio estaria criando a possibilidade de um deslizamento de terra. O fato foi negado pela Odebrecht.

De acordo com a assessoria do MP, ainda não se sabe se a Arena corre o risco de ser interditada. A vistoria vai definir quais medidas serão tomadas, no entanto, ela não teve data marcada até o momento.

A Sabesp disse que avisou o Corinthians em fevereiro sobre um possível vazamento, após notar uma alta nas contas de água do local. Segundo reportagem do jornal “Folha de S. Paulo”, há o risco de desabamentos, mas a construtora Odebrecht afirma que a água não se infiltrou no terreno e que, portanto, o risco não existe.

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, já manifestou preocupação com a situação do estádio.

"Estamos preocupados, porque isso gera riscos para as pessoas e prezamos pela segurança de todos. Mas quem precisa ver isso e testar são os engenheiros. Eles já foram acionados e precisam dar a garantia de que está tudo resolvido", disse o dirigente.

Confira a nota oficial do MP-SP:

Tendo chegado ao conhecimento do Ministério Público que houve grande vazamento de água, com o aparecimento de buracos no piso de estacionamento e possibilidade de abalo das arquibancadas e deslizamento de terra na área externa do estádio Arena Corinthians, a Promotoria de Habitação e Urbanismo, diante da gravidade dos fatos noticiados, com risco à integridade das pessoas que o utilizam, e havendo a necessidade de se verificar se o local reúne condições de segurança para a realização de eventos esportivos e de natureza diversa, bem como a possibilidade do estádio continuar funcionando, determinou a realização de vistoria no local pelo Centro de Apoio Técnico à Execução, esclarecendo que já há inquérito civil em andamento em fase de realização de perícia das condições de infraestrutura do estádio.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook