FIFA desmente suspensão de punição imposta à Bolívia }

FIFA desmente suspensão de punição imposta à Bolívia

por   em Notícias

Federação Boliviana havia afirmado que a entidada teria voltado atrás, mas informação é prontamente negada pela FIFA

Destaque FIFA desmente suspensão de punição imposta à Bolívia Reprodução/Twitter
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Após Rolando López, presidente da Federação Boliviana, informar que a FIFA teria voltado atrás em sua decisão de tirar os pontos da Bolívia conquistados pela equipe nos jogos contra Peru e Chile, a própria entidade desmentiu a informação.

A assessoria de imprensa da FIFA afirmou em sua contra oficial do Twitter que a “punição à Bolívia se mantém. Versão que circula sobre restituição dos pontos da Bolívia é incorreta”.

A pressão sobre o presidente da entidade boliviana é grande. A perda dos pontos pressiona Rolando Lópes a renunciar e os próprios jogadores da seleção pedem que o presidente brigue pela reavê-los.

Prejudicada pela decisão, após perder a quinta posição para o Chile, a Argentina, por meio da Associação de Futebol Argentina enviou uma carta através do dirigente Armando Pérez, pedindo que a decisão fosse revisada.

De acordo com a AFA, os recursos apresentados por Peru e Chile não foram feitos "dentro dos prazos estabelecidos pelo regulamento" que também afirma que "os prazos previstos pelo Artigo 15 (Protestos), seções 1, 3 e 8, do Regulamento da Copa do Mundo da Fifa Rússia 2018", tanto Peru quanto Chile teriam uma hora para pedir a impugnação junto à comissão e 25 horas para entrar a documentação correspondente.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook