Trio com Guedes, Jesus e Dudu tem aproveitamento 72% no Palmeiras }

Trio com Guedes, Jesus e Dudu tem aproveitamento 72% no Palmeiras

por   em Notícias

Eles formaram ataque do time alviverde em onze partidas, das quais sete terminaram em vitórias, três empates e só uma derrota

Destaque Trio com Guedes, Jesus e Dudu tem aproveitamento 72% no Palmeiras Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

No próximo domingo, o Palmeiras recebe o Internacional no Allianz Parque, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro e há uma parte da torcida que pede o retorno do trio formado por Gabriel Jesus, Dudu e Róger Guedes ao ataque do time alviverde. Formação ofensiva mais utilizada por Cuca durante a competição, o “RGD” justifica sua condição em números bastante positivos.

O trio formou ataque do Palmeiras em onze partidas, das quais sete terminaram em vitórias, três empates e só uma derrota (2 a 1 para o Cruzeiro, no Mineirão, pelo primeiro turno). O aproveitamento supera os 72% dos pontos, maior que o índice geral do Palmeiras na competição (67,6%).

Esta conta, no entanto, não considera as ocasiões em que Dudu foi deslocado para o meio-campo e outro atacante formou o ataque do time ao lado de Gabriel e Róger, como na partida contra o São Paulo, no início do campeonato, quando Alecsandro jogou e o Verdão perdeu por 1 a 0.

Mesmo com os bons resultados, o trio de ataque não atuou nos últimos dois jogos. Róger perdeu seu lugar para Allione na vitória sobre o Sport, por 2 a 1, e Gabriel Jesus estava suspenso, sendo substituído por Lucas Barrios. O camisa 33 voltou ao time titular no último sábado, na derrota por 1 a 0 para o Santos, mas Róger foi opção no banco e não entrou na partida.

O último jogo do trio "RGD" foi a vitória por 2 a 1 sobre o Figueirense, fora de casa. O que talvez justifique a opção de Cuca é que os três jogos anteriores com o trio no Brasileirão terminaram empatados: Grêmio (0 a 0), Flamengo (1 a 1) e Cruzeiro (0 a 0).

Para a próxima rodada, diante do Inter, Cuca está estudando a possibilidade de colocar um centroavante no lugar de Allione, preterindo mais uma vez Róger Guedes. A ideia é dar mobilidade para Gabriel Jesus se movimentar e abrir espaços na defesa colorada. Para este segundo cenário, Leandro Pereira aparece como favorito neste momento.

Outro trio

Apesar de ser o mais celebrado pela torcida, o trio “RGD” não tem o melhor aproveitamento. Quando Róger Guedes, Gabriel Jesus e Erik atuaram juntos o Palmeiras venceu todas as vezes. Essa é a segunda formação ofensiva mais escalada pelo Verdão no torneio, com quatro partidas: vitórias diante de Sport (3 a 1, na Ilha do Retiro), Internacional (1 a 0, no Beira-Rio), Santa Cruz (3 a 2, no Arruda) e Coritiba (2 a 1, no Allianz Parque).

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook