Série B: Bahia vence o Ceará de virada e se aproxima do G-4 }

Série B: Bahia vence o Ceará de virada e se aproxima do G-4

por   em Notícias

Lelê abriu o placar para o Vovô, mas Edigar Junio, Régis e Diego Felipe, contra, decretaram o placar de 3 a 1

Destaque Série B: Bahia vence o Ceará de virada e se aproxima do G-4 Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Em dois tempos completamente distintos, o Bahia conseguiu a vitória sobre o Ceará, por 3 a 1, entrou de vez na briga pelo acesso à Série A do Campeonato Brasileiro e, de quebra, enterrou qualquer esperança que os torcedores do Vovô ainda tinham. Os destaques da partida foram Hernane e Régis.

Com o resultado, o Tricolor assumiu a quinta colocação da Série B, com 53 pontos, a apenas um do Náutico, time que abre o G-4. O Cerá, por sua vez, estaciona nos 47 pontos e cai para a nona posição.

Pela 34ª rodada, o Bahia viaja para Goiânia, onde enfrenta o Vila Nova, às 21h30 (de Brasília), no Serra Dourada, na sexta-feira (4). O Ceará recebe o Tupi-MG, no sábado (5), às 17 horas (de Brasília), na Arena Castelão.

O jogo

O Bahia começou em cima. Aos 5 minutos, Renato Cajá aproveitou o cruzamento e cabeceou pela linha de fundo. Aos 8, de fora, Hernane e Juninho arriscaram e obrigaram o goleiro do Ceará a fazer duas defesas.

Aos 11, após confusão na área, o atacante Wesley finalizou e o zagueiro cearense tirou em cima da linha. Aos 22, de cabeça, Jackson apareceu bem e testou pelo lado. O Ceará soube ser mais eficiente e, aos 28 minutos, Felipe deixou Eduardo na saudade e cruzou para Lelê abrir o placar.

O segundo tempo começou da mesma maneira que o primeiro terminou. Com o Bahia em cima. Victor Rangel finalizou, aos 12, mas o goleiro do Ceará defendeu. Ele seria importante mais uma vez, aos 19 minutos, depois do arremate de Régis. O arqueiro só não segurou a cabeça de Edigar Junio, aos 20 minutos, após cruzamento de Régis.

O gol incendiou o time. Edigar Junio, Régis, Hernane, e uma perfeita assistência para Régis. O meia tocou na saída e decretou o segundo gol, o da virada do Esporte Clube Bahia.

Ainda deu tempo para o terceiro. Tiago Cametá, ao tentar afastar a bola, jogou contra o próprio gol, por cima do goleiro: Bahia 3 a 1.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook