Rogério Ceni admite desejo de treinar o São Paulo }

Rogério Ceni admite desejo de treinar o São Paulo

por   em Notícias

"Estou trabalhando para ser treinador do meu clube, onde estive por quase 26 anos", disse em entrevista ao site do Sevilla

Destaque Rogério Ceni admite desejo de treinar o São Paulo Divulgação/São Paulo FC
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Ricardo Gomes não conta com o apoio de todos os membros da diretoria do São Paulo, mas mesmo assim o treinador está sendo blindado e respaldado pelo departamento de futebol do clube. No entanto, as chances de ele deixar seu posto na próxima temporada crescem cada vez mais. Rogério Ceni tem feito estágios na Europa, com técnicos renomados, e, pela primeira vez, abriu o jogo ao dizer, em entrevista ao site oficial do Sevilla (ESP), que tem o desejo de trabalho do Tricolor Paulista.

"Estou trabalhando para ser treinador do meu clube, onde estive por quase 26 anos. Creio que a oportunidade um dia vai chegar. Estou fazendo um curso de técnico em Londres e vim aqui por admiração a Jorge Sampaoli, por seu trabalho na seleção do Chile e agora no Sevilla. Sempre gostei de seu estilo de jogo ofensivo e agressivo a todo tempo e como pretendo seguir carreira de treinador, achei que seria importante passar uns dias com ele. Para mim é uma honra", contou o maior goleiro-artilheiro da história, com 131 gols.

Chamado pelo Sevilla de “mítico” e “lendário”, Ceni compara Sampaoli a Pep Guardiola e Jurgen Klopp, treinadores de Manchester City e Liverpool, respectivamente. O ídolo do São Paulo ainda disse que o clube poderá ser o campeão espanhol na temporada 2016/2017. Atualmente, o Sevilla ocupa a segunda colocação em La Liga, a apenas um ponto do líder Real Madrid.

"No futebol moderno, Sampaoli é um dos melhores. Com a chegada dele, a equipe passou a ser muito mais competitiva e agressiva e acredito que pode sonhar com o título da Liga (Campeonato Espanhol) ou em chegar longe na Liga dos Campeões. Estou feliz também de conhecer a cidade, muito bonita, e os métodos de treinamento daqui", elogiou o ex-goleiro, que destacou ainda o bom trabalho do arqueiro Javi García com os pés:

"Os times do Sampaoli muitas vezes jogam com três defensores e isso exige que o goleiro saiba trabalhar bem com a bola nos pés".

Alterado: Quarta, 26 Outubro 2016 17:25

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook