Carlos Alberto Torres morre aos 72 anos vítima de um enfarte }

Carlos Alberto Torres morre aos 72 anos vítima de um enfarte

por   em Notícias

O Capita foi considerado um dos maiores laterais-direitos da história e o responsável por erguer a Jules Rimet na Copa do Mundo de 1970

Destaque Carlos Alberto Torres morre aos 72 anos vítima de um enfarte Reprodução/Flickr
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Considerado um dos maiores laterais da história e responsável por erguer a taça Jules Rimet no tricampeonato mundial da Seleção Brasileira, em 1970, Carlos Alberto Torres morreu na manhã desta terça-feira (25). Aos 72 anos, o ex-jogador que estava atuando como comentarista do Sportv, foi vítima de um enfarte fulminante no Rio de Janeiro.

Com passagens por Santos, Botafogo, Flamengo e New York Cosmos, o “Capita”, como carinhosamente era conhecido, era uma figura de personalidade forte e discurso afiado. Como treinador teve como seus melhores momentos as conquistas do Campeonato Brasileiro de 1983, pelo Flamengo, a Copa Conmebol, pelo Botafogo, em 1993, e o Campeonato Carioca, pelo Fluminense, em 1984.

Dono de vasta coleção de títulos em sua passagem pelos gramados, Carlos Alberto tinha como clube de coração o Fluminense, onde despontou para o futebol e conquistou o Carioca em 1964, 1975 e 1976. No Santos, onde viveu o auge, ganhou a Taça Brasil em 1965 e 1968, o Torneio Rio-São Paulo em 1966, a Recopa Sul-Americana em 1968 e muitos campeonatos paulistas - 1965, 1967, 1968, 1969 e 1973.

Emprestado pelo Santos ao Botafogo, em 1971, Carlos Alberto não conquistou títulos, fez parte de um time cheio de craques, com Jairzinho, Paulo Cezar Caju e outros. No mesmo ano voltou ao Santos, onde permaneceu até 1974. Retornou então ao Fluminense, onde viveu outro grande momento em sua carreira, com a Máquina de Rivellino, Paulo Cezar, Pintinho e companhia.

Em 1977 foi para o Flamengo, onde acompanhou de perto o início da maior equipe rubro-negra da história. Voltou ao clube em 1983, quando comandou o time rubro-negro ao título do Campeonato Brasileiro.

No mesmo ano foi fazer parte do estrelado elenco do New York Cosmos, com Pelé a Franz Beckenbauer. E o Capita, por lá, jogou como zagueiro e foi campeão por quatro temporadas - 1977, 1978, 1980 e 1982.

Alterado: Terça, 25 Outubro 2016 13:19

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook