Conmebol vai processar parceira responsável por negociar contratos da Libertadores }

Conmebol vai processar parceira responsável por negociar contratos da Libertadores

por   em Notícias

A Conmebom acusa a parceira de pagar propina a antigos dirigentes da confederação para conseguir acordos vantajosos no mercado de propriedades.

 

Destaque Conmebol vai processar parceira responsável por negociar contratos da Libertadores Reprodução
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

A parceria entre a Conmebol e a International Soccer Marketing Inc. (ISM), empresa norte-americana responsável por comercializar com exclusividade os direitos de patrocínio da Copa Libertadores da América, está com os dias contados. A entidade anunciou nesta segunda-feira que irá entrar com uma ação legal contra a empresa nos Estados Unidos.

A Conmebom acusa a parceira de pagar propina a antigos dirigentes da confederação, de forma a conseguir acordos vantajosos no mercado de propriedades.

Segundo comunicado divulgado em seu site oficial, a Conmebol quer romper seu contrato com a ISM e recuperar cerca de US$ 18 milhões de comissões pagas à empresa desde 1998. A entidade se diz vítima dos "atos de corrupção que sacudiram o futebol internacional em maio de 2015".

"Esta é a primeira de várias ações legais que a Conmebol iniciará nas próximas semanas", prometeu Monserrat Jiménez, diretora jurídica da confederação. "Um dos eixos da nova Conmebol é fazer justiça para o futebol sul-americano. Estamos comprometidos em buscar reparações ante os danos gerados por aqueles que abusaram de seu poder no passado", acrescentou.

Com Alejandro Domínguez na presidência desde janeiro, a Conmebol tenta fazer mudanças para modificar a imagem criada nos últimos anos da federação. Por isso, tenta romper o contrato com a ISM referente à comercialização do patrocinador titular (naming rights) da Copa Libertadores da América.

"Esta demanda confirma o compromisso da administração de Alejandro Domínguez em construir uma nova era de reforma e transparência", elogiou o advogado Robert Amsterdam, da Amsterdam & Partners LLP, escritório que, ao lado do Dewey Pegno & Karmarsky LLP, representará a Conmebol nos tribunais dos EUA.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook