Seleção: Em três convocações, Tite chamou apenas 31 atletas }

Seleção: Em três convocações, Tite chamou apenas 31 atletas

por   em Notícias

Sempre batendo na tecla do merecimento e da coerência, o treinador lembrou de 18 jogadores em todas as suas listas

Destaque Seleção: Em três convocações, Tite chamou apenas 31 atletas Divulgação/CBF
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Tite promoveu apenas uma mudança na convocação anunciada na sexta-feira (21): saiu Oscar e entrou Rodrigo Caio. A lista feita pelo treinador da Seleção Brasileira visando os confrontos diante de Argentina e Peru é praticamente idêntica à anterior para os jogos contra Bolívia e Venezuela. Sempre batendo na tecla do merecimento e da coerência, o técnico chamou apenas 31 jogadores em três convocações até agora.

Dos 31 atletas, 18 foram lembrados todas as vezes por Tite. O próprio Rodrigo Caio já havia sido lembrado na primeira convocação para os jogos contra Equador e Colômbia e acabou cortado por lesão. Quem também voltou a figurar na lista após lesões foram o lateral-esquerdo Marcelo, o volante Casemiro e o atacante Douglas Costa.

A média de Tite se mostra pequena justamente pelos problemas físicos que afetaram os quatro jogadores supracitados. O número é um pouco menor do que o mesmo da segunda passagem de Dunga pela Seleção. Nas três primeiras convocações, o ex-treinador chamou 40 jogadores.

Com a base se estabelecendo, Tite está conseguindo resultados dentro de campo de maneira mais rápida que era esperado. Em seus quatro primeiros jogos à frente da Seleção, o treinador tem 100% de aproveitamento e levou o Brasil da 6ª posição para a liderança das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

“Foi acima do que eu esperava, a atuação e desempenho. A expectativa é manter o desempenho alto. Segurança de resultado nós não temos, mas de desempenho sim. A cereja do bolo vai ser quando classificar. A vitória vem como consequência de desempenho, dentro da Seleção e no clube. Temos o cuidado de acompanhar, de falar ''arrebenta no seu clube''. É preciso manter a qualidade do futebol que joga lá. Não falo isso aqui como mensagem, falo no vestiário também. O que os trouxe até aqui mais uma vez é o desempenho e resultado nos clubes e na Seleção”, frisou Tite.

A Seleção se apresenta em Belo Horizonte no próximo dia 6 de novembro. A partida contra a Argentina está marcada para o dia 10, no Mineirão. Seis dias depois, o Brasil encara o Peru, em Lima.

Alterado: Sábado, 22 Outubro 2016 11:14

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook