Brasil volta ao Mineirão com 4 atletas que estavam no 7 a 1 }

Brasil volta ao Mineirão com 4 atletas que estavam no 7 a 1

por   em Notícias

Tite negou que a Seleção tenha problemas contra a Argentina, pois Daniel Alves, Marcelo, Fernandinho e Paulinho jogaram a Copa de 2014

Destaque Brasil volta ao Mineirão com 4 atletas que estavam no 7 a 1 Divulgação/CBF
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

O episódio mais vergonhoso da história da Seleção Brasileira aconteceu na semifinal da Copa do Mundo de 2014, quando o time canarinho foi goleado por 7 a 1 pela Alemanha no Mineirão. O jogo deixou marcas na lembrança dos torcedores e desde então a CBF não levou mais a equipe tupiniquim para o estádio de Belo Horizonte. No entanto, a situação vai se encerrar no dia 10 de novembro, quando o selecionado de Tite enfrenta a argentina pelas Eliminatórias.

Logo depois de anunciar os convocados para o clássico diante da Albiceleste, o treinador brasileiro comentou o fato de quatro atletas que estiveram na em campo seguirem na lista de convocação: Daniel Alves, Marcelo, Fernandinho e Paulinho. Thiago Silva estava suspenso do confronto e Neymar havia se lesionado, mas também participaram da Copa.

"Me veio uma história na cabeça. Um diretor do Caxias, que falava comigo do momento ruim da equipe naquele momento. Ele sabiamente falou que não abriria mão dos jogadores que tiveram insucesso porque eles aprenderam, viveram aquilo. Isso serve para nós aqui. Não foram apenas eles que perderam, eu me senti perdedor também. Se aprende, com virtudes, acertos e erros. Dignidade e conduta não, mas erros e falhas fazem parte", disse Tite.

Tite ainda afirmou que o fator psicológico não será um problemas, pois foi feito um trabalho em cima desse aspecto. Além disso, o momento da Seleção é outro desde a chegada do técnico. Nas quatro primeiras partidas dele à frente do time canarinho, o Brasil conquistou quatro vitórias e se tornou o líder das Eliminatórias.

"O trabalho psicológico já foi feito. Temos que falar sempre a nossa verdade. Eh verdade esse dado. Tivemos um péssimo resultado no Mineirão. Mas também é verdade que dois anos se passaram e as circunstâncias mudaram. Serve de maturidade, crescimento. Ocorreu e passou. Momento é outro. Mesmo palco, sim, mas com outras circunstancias", finalizou o treinador.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook