Atlético-MG quer investigação contra o árbitro Wagner Reway }

Atlético-MG quer investigação contra o árbitro Wagner Reway

por   em Notícias

O Galo acredita que a imparcialidade do juiz estava comprometida na derrota do clube para o Botafogo, pois ele quer se filiar à Ferj

Destaque Atlético-MG quer investigação contra o árbitro Wagner Reway Acervo Pessoal
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

A arbitragem de Wagner Reway foi alvo de duras críticas do Atlético-MG na derrota para o Botafogo, no domingo (16), pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. No entanto, o diretor jurídico do clube mineiro, Lásaro Cândido, aumentou as suspeitas de ter havia algo mais por trás dos erros cometidos na Ilha do Governador.

Em seu Twitter, ele escreveu: "Há muitos anos ATLÉTICO tem sido alvo de descalabros da arbitragem, em momentos decisivos/Ontem coincidências estranhas... difícil viver isso".

Em contato com o portal ESPN, Cândido explicou que o juiz do Mato Grosso estaria acertado para apitar pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) a partir do próximo ano. Neste contexto, o Galo vai entrar com uma queixa contra Wagner Reway junto à CBF.

"Do caso de ontem, o Atlético considerou que a arbitragem foi desastrosa. E desastrosa, porque erros acontecem, mas erros pontuais. Acompanhando o jogo, e vendo depois, na hora deu para perceber essa perplexidade. Há um problema com o árbitro e um assistente - o outro, não. No lance do vôlei, que o jogador do Botafogo praticou no primeiro gol, o árbitro, se tivesse um pouquinho de diligência, constataria que algo aconteceu. O bandeirinha ficou indeciso, e o árbitro não quis acompanhar nem com ele nem com o quarto árbitro. No fim, completou com a falta que ele não deu, bizarra, no jogador do Atlético que logo depois culminou no gol do Botafogo", afirmou Lásaro Cândido.

"Isso tudo nos deixa perplexos, e mais do que isso: a gente quer saber as razões dessa parcialidade do jogo de ontem. Há umas informação não-oficial circulando, desde maio, que esse árbitro vai apitar no Rio de Janeiro em 2017. O Atlético está fazendo (sua parte). Ele tem que ser imediatamente suspenso e tem que apurar outros fatos", falou.

"A CBF foi informada disso? Oficialmente ele está registrado no Mato Grosso. Se ele passou alguma informação sobre isso, o que a CBF tem a dizer? Dada à sequência de erros, seria uma coincidência", continuou o dirigente.

José Carlos Santiago, vice-presidente da comissão de arbitragem da Ferj, confirmou o pedido de mudança de filiação de Reway. O árbitro já está morando no Rio de Janeiro por conta de seu trabalho e o de sua esposa. Além disso, ele acredita que terá mais chances de se tornar árbitro Fifa, já que é aspirante desde 2004.

Alterado: Segunda, 17 Outubro 2016 23:23

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook