São Paulo mira a contratação de atacante e meia para 2017 }

São Paulo mira a contratação de atacante e meia para 2017

por   em Notícias

No intuito de conseguir angariar dinheiro para nomes de peso, o Tricolor planeja vender o zagueiro Rodrigo Caio

Destaque São Paulo mira a contratação de atacante e meia para 2017 Divulgação/São Paulo FC
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Em meio a luta contra o rebaixamento, o São Paulo já começa a planejar o ano de 2017. O principal objetivo da diretoria do clube é montar uma equipe competitiva e, neste contexto, um meia armador e um atacante são os principais desejos. Os nomes, no entanto, precisam ser de impacto, de modo que possam causar efeito imediato em campo.

Apesar de estar observando o mercado, o Tricolor ainda evita falar sobre reforços, uma vez que ainda não sabe como obterá todos os recursos para as contratações. Diante desse cenário, a aposta para engordar os cofres e permitir o investimento é a venda de jogadores. O maior candidato a sair do clube é Rodrigo Caio, atleta campeão olímpico e com mercado na Europa.

Durante a última janela de transferência internacionais, o zagueiro foi alvo do interesse de Hamburgo, Sevilla, Lazio e Napoli. A expectativa da diretoria do São Paulo é que ele possa render até 15 milhões de euros aos cofres do clube.

Nomes especulados

Entre os nomes já procurados pelo Tricolor em 2016, Lucas Pratto se destaca. O centroavante do Atlético-MG passou a ser convocado por Edgardo Bauza para a seleção argentina e está valorizado, o que deverá inflacionar o negócio.

Alexandre Pato se destacou com a camisa do São Paulo em 2015 e esteve perto de retornar ao clube no meio deste ano. No entanto, o jogador acabou sendo seduzido por uma proposta do Villarreal. Titular absoluto na Espanha, o atacante dificilmente retornaria neste momento para o Brasil.

Jonathan Calleri teve passagem rápida, mas marcante pelo Tricolor no primeiro semestre deste ano. No entanto, o jogador argentino não conseguiu se firmar no West Ham e já foi alvo de brincadeira do diretor executivo Marco Aurélio Cunha até chegou a "convidar" o argentino de volta ao Morumbi. Talvez, em 2017, o artilheiro vire alvo de verdade.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook