Brasileirão: São Paulo joga melhor, mas Santos vence com gol de Copete }

Brasileirão: São Paulo joga melhor, mas Santos vence com gol de Copete

por   em Notícias

São Paulo joga melhor, mas o Santos é mais eficiente e sai de campo com uma importante vitória no Brasileirão

Destaque Brasileirão: São Paulo joga melhor, mas Santos vence com gol de Copete Reprodução
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

O Tricolor até criou boas oportunidades no primeiro tempo, pressionou na etapa complementar, mas acabou derrotado pelo Santos por 1 a 0 na noite desta quinta-feira (13), no Pacaembu, em duelo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2016 – o gol solitário do San-São foi anotado por Copete. Com o revés no clássico, o São Paulo se manteve na 14ª colocação, com 36 pontos. Já o Peixe soma 54 pontos, sete a menos do que o líder Palmeiras.

Confira o pós-jogo clicando aqui

O próximo jogo do Alvinegro Praiano pelo Campeonato Brasileiro será no domingo (16), contra o Grêmio, às 19h30, na Vila Belmiro. Na próxima segunda-feira (17), com a missão de tentar se recuperar na competição nacional, o time são-paulino visitará o Fluminense no Rio de Janeiro.

O jogo

O clássico começou equilibrado, com as duas equipes buscando as jogadas ofensivas, mas os santistas conseguiram assustar primeiro em rápido contragolpe. Após o susto, o Tricolor saiu para o jogo novamente e respondeu aos 17 minutos: Wesley desarmou e a bola sobrou para Robson, que arriscou de longe. O chute saiu rasteiro e a bola passou rente a trave. Ainda na primeira etapa, o São Paulo sofreu uma baixa: Carlinhos, com dores musculares, teve que ser substituído e deu lugar ao atacante Kelvin aos 30.

Apesar do contratempo, o Tricolor não se abateu e manteve a postura ofensiva. Aos 40 minutos, Buffarini avançou pela intermediária e bateu de longe. O chute do argentino foi firme e deu trabalho ao goleiro Vanderlei, que se esticou todo para espalmar e impedir que as redes balançassem. O lance do lateral-direito animou o time, que acuou os visitantes. Aos 42, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Robson, que finalizou rasteiro e tirou tinta da trave. Ainda antes do intervalo, aos 45, a equipe são-paulina criou outra boa oportunidade: Kelvin cruzou, Chavez raspou de cabeça e por pouco Robson não conseguiu aproveitar para abrir o placar!

Na volta para o segundo tempo, o Tricolor não teve tempo para retomar a pressão. Logo no início da etapa complementar, Copete recebeu de Lucas Lima, bateu rasteiro e bateu o goleiro Denis: 1 a 0. Em busca do empate, Ricardo Gomes mexeu no time e promoveu a entrada de Cueva, que herdou a vaga de Wesley. Em desvantagem no marcador, o São Paulo tratou de acuar o rival e rondou a grande área adversária com frequência - assim, o clássico ficou aberto, já que o Santos tentava aproveitar os contragolpes para surpreender.

Na última tentativa de dar mais ofensividade ao Tricolor, o treinador são-paulino apostou em Jean Carlos, que entrou no lugar de Hudson. Pelas pontas, pelo alto em chutes de longe e buscando Chavez na frente, o São Paulo lutou para balançar as redes e arrancar o empate, mas os santistas se fecharam no campo de defesa e seguraram o ímpeto tricolor: 1 a 0. 

Alterado: Sexta, 14 Outubro 2016 00:40

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook