FIFA aumentará o repasse para das federações para R$ 12,8 bilhões }

FIFA aumentará o repasse para das federações para R$ 12,8 bilhões

por   em Notícias

FIFA divulga documento com medidas a serem cumpridas nos próximos anos e aumenta o repasse das filiadas para o desenvolvimento do esporte

Destaque FIFA aumentará o repasse para das federações para R$ 12,8 bilhões Reprodução/ Site FIFA
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

A FIFA anunciou nesta quinta-feira várias medidas que foram discutidas no congresso da entidade nesta semana. Entre elas está o aumento no repasse para as associações filiadas a entidade que juntas receberão, no total, R$ 12,8 bilhões nos próximos dez anos para o desenvolvimento do futebol. Desde valor, R$ 4,5 bilhões serão disponibilizados nos primeiros quatro anos, ou seja, até o fim do primeiro mandato de Infantino que pode ser reeleito.

Outras medidas anunciadas pela nova gestão da entidade foram: renovação do quadro de funcionários, diminuição de poderes do Consellho (ex-comitê executivo) e a revisão de modelos como o da venda de ingressos que, a partir de 2018, deverá ser administrado diretamente pela entidade.

“As decisões sobre a alocação desses fundos será feita pelo Comitê de Desenvolvimento, que é composto 50% de membros independentes” avisou Infantino.

Dentre as decisões tomadas nesta semana, a distribuição de verbas para seus membros havia sido uma das principais promessas de Gianni Infantino para as eleições. As medidas listadas no documento divulgado nesta quinta-feira entitulado de "Fifa 2.0: Uma visão para o futuro" são:

  •  Investimento de US$ 4 bilhões na próxima década no desenvolvimento do futebol através das 211 associações membros da Fifa dentro do Programa de Desenvolvimento Futuro da Fifa e iniciativas de financiamento adicionais.
  •  Aumento da participação total no futebol - jogadores, técnicos, árbitros e torcedores - de 45% para 60% da população mundial.
  •  Meta para dobrar, para 60 milhões, o número de jogadoras de futebol no mundo até 2026 através do desenvolvimento e execução de uma estratégia para trazer as mulheres para o "mainstream" do futebol.
  •  Mudar o modelo atual para assumir controle mais direto de operações críticas de negócio, incluindo a venda de ingressos e atividades de organização da Copa do Mundo, e estabelecer grupos de trabalho para avaliar o processo de trazer essas operações para dentro da Fifa, de forma a assegurar ótimo retorno financeiro e satisfação dos clientes, bem como os mais altos padrões de transparência e boa governança.
  • Para o desenvolvimento do futebol feminino, a Fifa dará ainda R$ 1,1 bilhão (US$ 315 milhões) nos próximos dez anos, uma verba que será somada ao orçamento da nova Divisão de Futebol Feminino.
Alterado: Quinta, 13 Outubro 2016 17:39

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook