Mano destaca vitória, mas pede melhora de rendimento }

Mano destaca vitória, mas pede melhora de rendimento

por   em Notícias

Treinador do Cruzeiro ressaltou o desempenho da equipe em jogos recentes e elogiou comprometimento

Destaque Mano em coletiva após a partida Divulgação / Cruzeiro Mano em coletiva após a partida
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Depois da vitória sobre a Ponte Preta, o técnico Mano Menezes ressaltou a evolução da equipe, mas afirmou que o time ainda pode render mais.

"Não estamos satisfeitos com isso, sabemos que o Cruzeiro pode render mais. E só pode render mais se tiver segurança. Não temos possibilidade de adiamento. Falei isso com os jogadores. Não dá para deixa área depois e depender de ninguém que não seja a gente. E os jogadores estão entendendo isso. O comprometimento deles com a questão tática foi 100%", disse o treinador.

Mano destacou que a maneira como o grupo vinha atuando o fazia acreditar em melhora do desempenho.

"O que mudou tem a ver com aqueles últimos minutos do jogo com o Flamengo. Jogamos muito em Cariacica, mas o resultado foi ruim, de novo, porque a gente não soube fechar o jogo. Se você souber se comportar em cima das dificuldades, você tem eu saber passar por essa dificuldade", relatou.

O técnico ainda citou o narrador Galvão Bueno ao definir o momento da equipe.

"Tinha uma frase da fórmula 1 que o Galvão Bueno sempre dizia que era 'uma coisa era chegar e a outra coisa era passar'. O futebol também tem muito disso. Então, melhoramos o entendimento, fechamos o segundo jogo sem sofrer gol. Isso, se der uma olhadinha para trás vai ver que há muito tempo não acontecia, vai dando confiança para a defesa, vai dando confiança aos atacantes para não precisar fazer três, quatro gols para ganhar um jogo. O torcedor vai sentindo que a equipe não sofre, como hoje não sofreu. A Ponte quase não chegou ao gol do Rafael. Isso é mérito. Jogamos contra equipe difícil de marcar. Enfrentamos o goleador do ano, o Roger, com 50 gols", disse.

O treinador afirmou que o time não pode se iludir por ter jogado bem contra o Grêmio e Ponte Preta e pregou foco para seguir fora da zona de rebaixamento.

"Outra coisa é não cair na armadilha do futebol. Tivemos muita superação contra o Grêmio e ganhamos de 4 a 0 da Ponte lá. É aquela pegadinha que você não pode escorregar. Não temos possibilidade de adiamento. Falei isso com os jogadores. Não dá para deixar para depois e depender de ninguém que não seja a gente. E os jogadores estão entendendo isso. O comprometimento deles com a questão tática mostrou isso", completou.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook