Palmeiras deve definir renovação de 5 atletas até dezembro }

Palmeiras deve definir renovação de 5 atletas até dezembro

por   em Notícias

O goleiro Jailson, o zagueiro R. Carvalho, os laterais Zé Roberto e Fabiano e o atacante Alecsandro possuem contrato até o final do ano

Destaque Palmeiras deve definir renovação de 5 atletas até dezembro Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Atualmente a diretoria do Palmeiras tem duas grandes missões: dar todo o suporte possível para que o time de Cuca conquiste o Campeonato Brasileiro e planejar a temporada de 2017. Enquanto, Paulo Nobre e Alexandre Mattos se desdobram para ajudar a sagrar o grupo campeão, a preparação para o próximo ano ainda está no começo. Assim, até o momento, as renovações de jogadores que têm contrato vencendo em dezembro ainda não foram resolvidas.

O goleiro Jailson, o zagueiro Róger Carvalho, o lateral Zé Roberto e o atacante Alecsandro possuem contrato até o final do ano. O lateral-direito Fabiano, por sua vez, está no Verdão por empréstimo do Cruzeiro até o final do ano.

No intuito de tranquilizar os jogadores que têm o futuro indefinido, a diretoria do Palmeiras prometeu a eles que até o final do Campeonato Brasileiro um veredito sobre o futuro será dado.

"Tivemos uma conversa interna com jogadores, comissão e diretoria: os jogadores que possuem contrato ao término do ano serão vistos. (...) A diretoria não deu data e se justifica pela mudança na presidência, então ainda está com um pouco de cautela, mas todos serão conversados até o final do Campeonato Brasileiro", declarou o Alecsandro.

Com o final do segundo mandato de Paulo Nobre, a transição de administração no Palmeiras segue acontecendo. Maurício Galiotte precisa da aprovação de 15% do Conselho Deliberativo para alcançar o pleito entre os sócios, mas como é o único candidato à presidência, só precisará ratificar a sua vitória em novembro.

Entre os jogadores que têm contrato só até dezembro, o caso de Alecsandro é o mais delicado. Por conta do julgamento por doping, o atacante ficou três meses parado e perdeu o espaço que tinha no elenco de Cuca. Agora, liberado para voltar aos gramados, o jogador de 35 anos ressaltou a postura do Palmeiras em meia a situação.

"Estava sendo punido por dois anos, então a diretoria nem falou sobre renovação comigo. O que poderiam ter feito era rescindir o contrato, mas não aconteceu", relembrou o atacante.

Com mais dois meses de temporada a vir, Alecgol precisa justificar a sua permanência no Palmeiras, de modo a receber uma proposta de renovação.

"Estou em uma reta final de recuperar os três meses que perdi, reconquistar espaço no clube, no grupo. Quero jogar e quero ser útil até o final do ano, quero focar meu pensamento no Palmeiras, estamos em duas competições importantes. (...) Meu contrato se encerra; de repente, tenho que dar um gás para ver o que acontece no ano que vem", finalizou o atacante.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook