Willians admite chateação com vaias da torcida }

Willians admite chateação com vaias da torcida

por   em Notícias

Escolhido para substituir Rodriguinho na partida contra o Cruzeiro, volante ouviu protestos e pedidos para que a substituição não fosse feita

Destaque Willians aguardando a entrada à beira do campo Reprodução / Youtube Willians aguardando a entrada à beira do campo
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Na partida contra o Cruzeiro, Willians foi chamado para substituir Rodriguinho e, enquanto conversava com Fábio Carille, ouviu vaias e protestos da torcida contra a sua entrada. Por causa de um escanteio, a substituição foi adiada por alguns momentos, e os torcedores comemoraram. Depois, o Cruzeiro marcou com Robinho, e a troca acabou acontecendo.

"Fiquei um pouco chateado, vim para ajudar, estou ali com a confiança do treinador e dos jogadores, mas também não foi tanto assim...O treinador fez uma escolha antes do gol para segurar um pouco, mas acabamos tomando o gol. Estou com a cabeça tranquila para ajudar o Corinthians", disse.

O volante de 30 anos está no time paulista desde o início do ano, mas nunca teve sequência como titular. O jogador enfrenta a desconfiança da torcida, mas promete superar a situação.

"Não desanima, só me dá mais força para trabalhar e mostrar meu potencial. Tenho 12 anos de futebol, não é à toa que estou no Corinthians. Essa manifestação só me dá mais força. Entrei e consegui jogar. Fosse outro, não conseguiria jogar por causa disso. Eu tenho a mente boa para fazer meu trabalho", afirmou.

Questionado sobre sua postura fora de campo, Willians negou que tenha problemas com noitadas.

"Prova que vou para noitada... Nada disso, a oportunidade é porque têm muitos jogadores, elenco grande, com qualidade. Vocês não me veem na rua, o que acontece é opção de treinador. Estou sempre à disposição. Esses comentários de noitada que chateiam, quando jogador não joga é por causa de noitada? Lógico que não, tem o treinador, tem muitas opções para ele. Respeito e nunca baixo a guarda", relatou.

O técnico Fábio Carille também comentou sobre o ocorrido no momento da substituição. O treinador negou que tenha pensado em desistir da mudança

"Quando você vai para um jogo, já discute as substituições para saber o que vai acontecer conforme o resultado. Quando ele iria entrar, Rodriguinho falou para esperar. No escanteio, ele voltou trotando. Disse para esperar. Era um setor que o Cruzeiro encheu de jogadores, Robinho, Arrascaeta. Precisávamos estar mais protegidos. Rodriguinho não voltou na hora do escanteio como a gente esperava, então passei toda tranquilidade para o Willians. Ele entrou bem", disse o treinador.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook