Vice do Inter admite coerência e Roth pede fé nos jogadores }

Vice do Inter admite coerência e Roth pede fé nos jogadores

por   em Notícias

Segundo Fernando Carvalho, a posição do time colorado na tabela do Campeonato Brasileiro condiz com o futebol apresentado

Destaque Vice do Inter admite coerência e Roth pede fé nos jogadores Divulgação
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

No fechamento de 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Inter foi até Belo Horizonte e perdeu por 1 a 0 para o América-MG. O time colorado chegou a 18 partidas com apenas uma vitória e, em entrevista coletiva logo após o revés, o vice-presidente de futebol do clube gaúcho, Fernando Carvalho, admitiu que a produção da equipe é condizente com a 18ª posição que o clube ocupa na tabela.

"Foi uma má atuação. [O time] Não conseguiu se encontrar, marcou de alguma maneira, mas esgarçou logo em seguida. Teve um predomínio estéreo e no final ficou mais vulnerável ainda com a saída do Anselmo. É difícil, mas apesar do abatimento vamos seguir trabalhando. Felizmente, a rodada foi favorável a nós. O Inter é que não se ajudou não se ajudou, mas isso é um consolo, Não jogamos bem, precisamos melhorar muito para sair desta posição. Estamos jogando precariamente, então condiz. A posição é adequada à nossa produção na tabela", declarou aos jornalistas presentes.

"Ninguém consegue conviver com esse tipo de situação, todos ficaram abatidos. O Celso está tentando, quer dar equilíbrio à equipe. Ele vai seguir trabalhando, mudando o que tiver que mudar, para dar o equilíbrio que precisa. A qualidade existe. Temos jogadores que já mostraram que têm condições. Mas a média é jovem e vem sentindo. Infelizmente as coisas não mudaram", seguiu.

Em participação no programa “Bem, Amigos”, o técnico Celso Roth afirmou que o momento é de trabalhar e ter fé no grupo de jogadores.

"Só podemos sair trabalhando. Fizemos uma partida mais equilibrada, tivemos algumas oportunidades. Mas nós poderíamos ter saído com outro resultado. Estamos levando gols completamente fora do contexto. O América-MG está de parabéns. Nossa situação é de quem precisa aparar as arestas, ter fé, confiar nos jogadores. Estamos nesta síndrome de levar gols nos extremos dos tempos", disse.

A próxima partida do Inter esta marcada para a quinta-feira (22), quando enfrenta o Fortaleza, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, às 19h15. Pelo Brasileirão, o time colorado volta a campo no domingo, quando encara o Atlético-MG, às 18h30, no Independência.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook